Entrevista: SEMASA faz o maior investimento em saneamento da sua história

Diretor Geral da autarquia, Rafael Luiz Pinto analisa os investimentos e conta como o SEMASA está preparado para a temporada de veraneio

Diretor geral do SEMASA, Rafael Luiz Pinto. Foto: Anderson Vieira/Olhar do Vale.

O Serviço Municipal de Água, Saneamento Básico e Infraestrutura (SEMASA) de Itajaí vem fazendo importantes investimentos para melhorar a captação e tratamento da água e esgoto na cidade. O objetivo, de acordo com a autarquia, é melhorar o abastecimento da cidade com qualidade e quantidade para os próximos 25 anos. Os investimentos iniciais ultrapassam R$ 121 milhões.

Por isso, a reportagem do Olhar do Vale quis saber um pouco mais sobre estes investimentos e entender como o SEMASA se prepara para a temporada de verão aonde há um aumento natural da população em virtude da visita dos turistas e conversou com o Diretor Geral da autarquia Rafael Luiz Pinto. Acompanhe a entrevista:

Olhar do Vale: O SEMASA tem feito largos investimentos em relação a estrutura na cidade. Quais os principais?

Publicidadelm MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO BRUSQUE

Rafael Pinto: Atualmente o SEMASA investe no maior programa de saneamento da sua história. No total são obras que pretendem ampliar nossa cobertura de abastecimento da rede tratadora e coletora de esgoto de 25% atuais para 58% ainda neste ano de 2021. Ao longo dos próximos dois anos, nós temos a previsão que esse percentual chegue a 80% com todas as obras que estão em execução. Essas obras envolvem basicamente, já em estágio de conclusão os bairros São Vicente, Vila Nova, Murta e Cordeiros e mais recentemente a gente expediu três ordens de serviço para três bacias que envolvem os bairros São João, São Judas, parte da Vila Operária, Dom Bosco e Nossa Senhora das Graças.

Olhar do Vale: Quais os benefícios que a população terá a partir do momento que toda esta implementação estiver em funcionamento?

Rafael Pinto: Falar em saneamento básico é falar da primeira necessidade, tanto é assim que o próprio legislador constituinte prevê no artigo 196 da Constituição Federal que a saúde é dever do Estado, mas o exercício da saúde deve estar prioritariamente realizado através de políticas públicas de prevenção e é justamente ai que entra o saneamento básico porque embora o saneamento básico para nós esteja nessa fase de implementação, os nossos vizinhos como a Argentina e o Uruguai tem índices que ultrapassam 95% de saneamento. Então, o que a gente percebe é que grande percentual das verminoses que batem na porta do serviço público de saúde tem origem na falta de saneamento, segundo a Organização Mundial da Saúde. Portanto, cada R$ 1 investido em saneamento, se economiza R$ 4 em saúde pública, inclusive em países, onde o nível de saneamento é mais avançado, a gente chega a ter a ausência de circulação de bactérias muito comuns entre nós.

Olhar do Vale: Como é Itajaí vem se preparando para a temporada em virtude do aumento da população principalmente na época de fim de ano?

Rafael Pinto: Atualmente a gente conta com três estações de captação e tratamento de água. São basicamente: São Roque, Limoeiro e Arapongas. Dessas três a nossa principal é a unidade São Roque com aproximadamente 1.050 litros por segundo, mas de fato, neste período de fim de ano se avoluma bastante o consumo de água, especialmente até por conta da temperatura e daí a gente precisa aumentar toda essa estrutura. Hoje a gente tem todo um planejamento para isso está sendo executado para garantir fornecimento de água nos próximos anos.

Olhar do Vale: Paralelo a isso, Itajaí viveu recentemente uma crise hídrica e nós temos a reforma da Barragem do Sal. Como está essa situação?

Rafael Pinto: Tão logo eu assumi aqui a primeira coisa que a gente fez foi contratar um laudo específico por um profissional capacitado para fazer a sua perícia em relação aquela estrutura. Ele fez e apresentou um plano de trabalho e esse plano de trabalho vem se desenvolvendo atualmente. Recentemente a gente fez uma licitação para todo o projeto, não só de reforma estrutural dela , mas todo o reaproveitamento e modernização e automação daquela estrutura. Atualmente esse contrato encontra-se em fase de execução e creio que até o próximo mês, que é o prazo estabelecido contratualmente, a empresa deve estar entregando o projeto de recuperação daquela estrutura. Lembrando que na época do incidente, que foi em outubro do ano passado, desde aquele momento o SEMASA já praticou atos para emergencialmente, fazer os reparos necessários e reestabelecer a potabilidade da água, o que se confirmou logo duas ou três semanas após e até então vem se mantendo. As obras emergenciais cumpriram o papel que se propunham e atualmente a gente trabalha para a modernização daquela estrutura.

Olhar do Vale: O SEMASA futuramente vai ocupar uma nova sede e paralelo a isso, qual sua expectativa em relação a atuação da autarquia?

Rafael Pinto: O SEMASA adquiriu um imóvel na Avenida Governador Adolfo Konder, a gente pretende levar toda essa estrutura que está na Rua Heitor Liberato para lá em um prédio que vai ser edificado. Atualmente está em fase de licitação. Gostaria de ressaltar que o SEMASA realiza um trabalho complexo, que às vezes a gente só se depara com a relevância dele quando a gente está num momento de crise ,mas diariamente, 24h por dia, está acontecendo. A gente trabalha para a manutenção de rede para a estabilidade da pressão, porque se você produz muita água, você pode ter muita pressão e isso sai arrebentando todas as redes. Se você produz com pouca pressão vai faltar água. Então é através de obras como essa como a ampliação da captação da água, através de medidas como essa no abastecimento e e no sistema de esgotamento sanitário, o SEMASA se prepara para garantir um futuro sólido com fornecimento constante pelos próximos 25 anos.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.