Unifebe Brusque Vargas Têxtil

Sessão da Câmara tem briga entre manifestante e integrante do Partido dos Trabalhadores

Discussão quase chegou às vias de fato, até ser apaziguada pelo presidente do legislativo, Jean Pirola (PP);

DSCF0299 (800x534)

Foto: Wilson Schmidt Junior –

Brusque – Uma coisa é certa. As sessões na Câmara de Vereadores de Brusque, nos últimos tempos, têm sido prestigiada de perto por uma camada interessada politicamente da população. E no momento destinado à inscrição da palavra dos vereadores, onde assuntos de diversos níveis são discutidos, teve de tudo. Desde vaias, até brincadeiras, xingamentos, aplausos e, por pouco, quase ocorre uma cena de briga proporcionada por dois homens da plateia.

A confusão teve início no momento em que manifestantes entraram no sala das sessões munidos de cartazes à favor do voto aberto das eleições indiretas do próximo dia 30 de abril. O pleito escolherá o novo prefeito e vice de Brusque, haja visto a cassação de Paulo Eccel (PT) e Evandro de Farias (PP).

DSCF0297 (800x534)

Foto: Wilson Schmidt Junior

O ato seguia pacífico e democrático, até que um dos integrantes se descontrolou e foi para cima de um homem conhecido na cidade como Tonho Macaco, que estava tirando fotografias pelo seu aparelho celular dos que estavam com cartazes. A mulher que estava junto do “fotógrafo” começou uma discussão com o manifestante. Mesmo com as advertências do presidente do legislativo, Jean Pirola (PP), o bate boca continuou, até que o Tonho, que é petista, voltou para o seu lugar para pouco tempo depois ir embora.

Outros manifestantes que viram tudo acontecer relataram para a reportagem de Olhar do Vale que tudo ocorreu porque a pessoa que foi fotografada não permitiu que o homem registrasse imagens suas. O integrante do Partido dos Ttrabalhadores, de acordo com os que seguravam cartazes, estava fotografando os dizeres com a intenção de mostrar aos integrantes do partido. Ele foi embora da sessão, acompanhado da moça, antes que a reportagem pudesse falar com ele.

O presidente da Câmara precisou conter os ânimos das partes antes que a sessão, que teve de ser interrompida, tivesse prosseguimento.

por Wilson Schmidt Junior

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.