Verão com El Niño forte e temperatura acima da média


No trimestre, a previsão é de chuva próxima a acima da média climatológica, em SC. Em dezembro a chuva ocorre de forma irregular associada ao processo de convecção (característica de verão) com pancadas de chuva passageiras e isoladas devido ao aquecimento da tarde, mas ainda deve ser frequente e com totais elevados. Em janeiro e fevereiro, os totais de chuva diminuem em SC, ficando mais próximos da normalidade (média). 

Destaque no verão, a atuação do fenômeno El Niño de intensidade forte mantém o risco de eventos extremos com chuva forte e totais elevados em curto intervalo de tempo, temporais com forte atividade elétrica (raios), granizo e ventania. Acompanhe a atualização dos avisos meteorológicos diários, na página da Epagri/Ciram e redes sociais.

Climatologia (média histórica):

Publicidade

Em dezembro, a segunda quinzena é mais chuvosa em relação à primeira e a chuva se concentra especialmente no período da tarde e noite, em forma de pancadas passageiras, típicas de verão. A média mensal em dezembro é de 130 a 150 mm no Meio-Oeste, Planalto Sul e Litoral Sul e varia de 150 a 190 mm nas demais regiões catarinenses. Nos meses de janeiro e fevereiro a média mensal é de 200 a 230 mm na Grande Florianópolis e Litoral Norte, e varia de 130 a 190 mm do Extremo Oeste ao Planalto e no Litoral Sul.

No trimestre os episódios de chuva estão associados à convecção devido ao calor da tarde, pancadas de chuva passageira típicas de verão, porém os volumes mais significativos seguem associados à passagem de frentes frias pelo litoral e aos Sistemas Convectivos de Mesoescala (SCM) que provocam chuvas mais intensas em SC, sobretudo no Extremo Oeste, Oeste e Meio Oeste.

No verão diminui a ocorrência de ciclones extratropicais no litoral Sul do Brasil.

Temperatura:

No trimestre a previsão é de temperatura acima da média climatológica, em SC. Especialmente nos meses janeiro e fevereiro massas de ar quente devem atuar com maior frequência e duração, com dias consecutivos de temperatura alta, inclusive no período noturno. Ondas de calor são esperadas no verão 2023/2024.

Temperatura da Superfície do Mar (TSM):

Em outubro e novembro de 2023 a TSM seguiu elevada em todo o Pacífico Equatorial, com anomalia positiva em torno de 2,0°C (Figuras 1 e 2), chegando a 2,5°C a 3,5°C em novembro com atuação do El Niño forte.

Para os próximos meses a previsão é de El Niño, com intensidade forte, atingindo o pico máximo neste verão. O fenômeno persiste durante todo o verão de 2023/2024 e outono de 2024.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.