Reforma do Colégio João Boos é pauta da reunião de diretoria da ACIBr

acibr
Foto: Divulgação

A Associação Empresarial de Brusque, Guabiruba e Botuverá (ACIBr), em sua reunião de diretoria, de segunda-feira, 8 de julho, teve como tema principal a reforma da Escola de Educação Básica Professor João Boss, em Guabiruba.

Na oportunidade, estiveram presentes o prefeito de Guabiruba, Valmir Zirke; o vice-prefeito, Cledson Kormann; o presidente da Câmara de Vereadores de Guabiruba, Valdemiro Dalbosco; a coordenadora Regional de Educação, Flávia Dalonso; a diretora da EEB Professor João Boos, Maria Aparecida Voos Petroski; o proprietário da Itaquá Construções Ltda, Wilson José Franceschi; o engenheiro da Itaquá Construções Ltda, Marcondes Schimit; a coordenadora do Núcleo de Empresários de Guabiruba da ACIBr, Luana Schumacher Vaz e mais alguns nucleados.

“Essa é uma reforma que já se estende por muitos anos, e hoje reunimos o poder público, a empresa vencedora da licitação, a diretora da escola e os empresários de Guabiruba para que todos possam alinhar as estratégias e entregar essa importante obra para a educação do município o quanto antes. E nós, como Associação Empresarial, queremos apoiar para que isso aconteça”, frisou o presidente da ACIBr, Marlon Sassi.

Publicidade

A coordenadora Regional de Educação, Flávia Dalonso, destaca que a prioridade é finalizar a reforma visando o bem-estar e a qualidade da educação dos alunos. “Agora estamos todos empenhados para que a obra seja concluída o mais rápido possível. Nosso foco é o estudante, nossa maior preocupação sempre será essa, porque a parte estrutural compromete todo o processo de aprendizagem. Além disso, a escola é uma referência, a prioridade é entregar novamente um espaço confortável e adequado para todos”, falou Flávia.

A reforma

O prefeito de Guabiruba, Valmir Zirke, ressalta o otimismo com o atual andamento da reforma e frisa a importância de cobrar a iniciativa privada para a continuidade do projeto. Segundo ele, a empresa vencedora da licitação, Itaquá Construções Ltda, já realizou outras obras no município.

“O Estado já deu o aval e a empresa que venceu a licitação é muito competente. Mas agora é preciso continuar fiscalizando para que tudo ocorra na sua normalidade. Creio que isso só está acontecendo por conta de todo o movimento que a ACIBr, juntamente com o Núcleo de Empresários de Guabiruba e o poder público realizaram. Parabenizo a entidade por se mobilizar e ajudar a concretizar essa importante obra para a educação de Guabiruba. Esperamos que nossos alunos tenham uma estrutura que eles merecem para estudar”, afirmou Zirke.

Conforme explica o proprietário da empresa vencedora da licitação, Wilson José Franceschi, a obra teve início na terça-feira, 2 de julho, e o prazo de execução é de 300 dias. Ele conta que os trabalhos da equipe, que acontecem paralelamente às aulas na instituição, iniciaram com a limpeza do terreno.

“São cinco salas de aula e a cozinha, que é a parte mais urgente, para tirar do ginásio de esportes esses espaços improvisados. Também na parte de ampliação, demos início ao desenvolvimento do projeto estrutural de oito novas salas, mais o auditório em sistema modular, que será realizado em parceria com a Irmãos Fischer. Lembrando que tudo isto acontecerá juntamente com as atividades letivas. A escola não vai parar, temos os 300 dias para finalizar a reforma e vamos trabalhar em parceria com a direção” finalizou Franceschi.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.