Prefeitura promove ações sobre o Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes


O Dia 18 de Maio é lembrado como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes e, para valorizar a importância da data, a Secretaria da Educação e a Assistência Social estão promovendo ações em conjunto para conscientizar a população.

Nesta quarta-feira (16), diretores e coordenadores da rede pública municipal, junto com psicólogos, assistentes sociais e demais profissionais da Assistência, participaram de um evento com o procurador regional da República no Distrito Federal, Guilherme Schelb.

A iniciativa também contou com a presença da secretária da Educação, Eliane Buemo, e do secretário de Assistência Social e Habitação de Brusque, Deivis Junior. Entre as autoridades, estiveram presentes ainda os vereadores Jean Pirola e Paulinho Sestrem. O presidente do Conselho de Pastores de Brusque (Copab), Joel Mendes, também esteve presente junto com membros da Uniasselvi, que cedeu o espaço para realização do evento.

Publicidade

Schelb, que tem diversos livros publicados sobre a temática, promoveu palestra sobre o assunto onde abordou a realidade social de crianças em situação de vulnerabilidade e como a sociedade deve se conscientizar sobre o problema. “O meu objetivo é proteger as mulheres, e sobretudo as crianças, que muitas vezes são abusadas em casa e buscam um suporte na escola para fugir desta situação, mas, infelizmente, muitas vezes os profissionais não estão preparados para identificar esse pedido de ajuda”, diz.

Eliane Buemo, em uma das falas de abertura do evento, lembrou que o Dia 18 de Maio foi estabelecido como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes em virtude do Caso Araceli, uma criança brasileira, do Espírito Santo, que foi morta violentamente em 18 de maio de 1973 e teve o corpo encontrado somente seis dias depois, com flagrantes sinais de abuso sexual. Na época, Araceli tinha apenas 8 anos. Os suspeitos da morte da garota, pertencentes a famílias influentes do Espírito Santo, nunca foram condenados. Posteriormente, a partir de 2000, o Congresso Nacional instituiu o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes na data da morte de Araceli. “Quantos casos como esse ainda existem hoje”, ressalta.

Ele ainda lembra que a ação de conscientização só foi possível graças ao trabalho em conjunto da Secretaria da Saúde com a Assistência Social, além do Grupia e outros parceiros. “Temos que acreditar que podemos, sim, melhorar esse cenário. Não podemos fugir da nossa responsabilidade”, observa.

Deivis Junior, secretário de Assistência Social e Habitação, destaca que a parceria com a Educação é importante sobretudo na prevenção. “Atualmente, a Assistência Social já faz esse trabalho por meio do Centro de Referência de Assistência Social (Cras)”, ressalta.

Segundo dados da pasta, mensalmente são registrados cerca de 10 casos de abuso sexual infantil em Brusque.

ASSISTÊNCIA SOCIAL PROMOVE EVENTO NO DIA 18
No próximo dia 18, data estabelecida como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, a Secretaria de Assistência Social e Habitação de Brusque, por meio do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti), promove um evento fechado para alunos de algumas unidades escolares de Brusque.

Haverá uma apresentação teatral às 9h e às 15h no Teatro Azambuja. O Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes está numa das estratégias do Peti que é a sensibilização sobre o tema.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.