Peça “Um amor de renúncia”, drama de Chico Xavier, chega a Brusque


Brusque - Pílula fotográfica (7)
Foto: divulgação –

Brusque – A Rama Kryia Produções traz para os palcos o espetáculo “Um Amor de Renúncia”. O texto foi adaptado por Alberto Centurião baseado no romance “Renúncia”, de Chico Xavier. “Um Amor de Renúncia” tem a direção de Lucienne Cunha e a trilha sonora assinada por Markinhos Moura. Há seis anos, a montagem tem circulado pelo Brasil com grande êxito de público. A peça  conta com cinco cenários e figurinos que recriam o século XVII. “Renúncia” narra à saga familiar de Madalena Vilamil e sua filha Alcione ao longo de quatro décadas. A adaptação faz um recorte neste painel para contar a história do amor impossível de Alcione e Padre Carlos e que tem como pano de fundo a Santa Inquisição na Espanha e na França.

Sinopse

O amor entre uma jovem e um padre parece algo proibido e complicado. Quando este amor ocorre durante o final do século XVII, em pleno período da Santa Inquisição, a situação torna-se um tanto mais difícil. Este é o pano de fundo de “Um Amor de Renúncia” um romance que conta a história do amor impossível de Alcíone e Padre Carlos. Amor impossível, porém invencível, pois mesmo após tantos desencontros da vida, após tantas renúncias, amaram-se até o fim. “Renúncia” é um romance monumental, que narra a saga familiar de Madalena Vilamil e sua filha Alcíone, ao longo de quatro décadas. A presente adaptação “Um Amor de Renúncia” faz um recorte neste painel para contar a história do amor impossível de Alcíone e Padre Carlos.

Publicidadeodonto brusque

Amor impossível, porém invencível. Impossível não por barreiras sociais de qualquer espécie, mas porque um abismo vibracional separa os dois enamorados. Os desencontros e enganos da vida separando um casal apaixonado em um período conturbado que envolve os crimes da Santa Inquisição do início do século XVIII.

Ficha técnica

Texto: Chico Xavier;

Adaptação: Alberto Centurião;

Elenco: Valdir Ramos, Flávia Mercadante e Nalin Junior;

Cenografia: F. C. Kokotch e Valdir Ramos;

Figurinos: Alexandre Medeiros e Débora Munhyz;

Design de Luz: Mauro Júnior e Gil Teixeira;

Trilha Sonora: Markinhos Moura;

Coordenação de Palco: Marcello Iazzetti;

Operação de Som e Luz: Flávio Wongálak;

Camareira: Claudete Oliveira;

Direção de Produção: Tay Lopes;

Direção: Lucienne Cunha;

Realização: Rama Kriya Produções;

Gênero: Drama;

Duração: 75 minutos;

Classificação Indicativa: Livre.

Confira o cartaz das apresentações em Brusque

Foto: divulgação
Foto: divulgação

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.