Moradora de Brusque faz grupo no whatsapp para ajudar famílias carentes


Com a pandemia do coronavírus, o que era difícil ficou ainda mais para algumas famílias, muitas pessoas ficaram sem trabalho, sem dinheiro e sem comida em casa.

Pensando nisso, a moradora do bairro Poço Fundo, Ileia Vermohlen, de 36 anos decidiu agir, e criou um grupo no whatsapp para receber e destinar doações para famílias que precisam e estão passando por um momento difícil.

Léia, que é autônoma, conta que tomou a iniciativa pois recebeu o pedido de ajuda de uma senhora, que não tinha nada em casa. Como já passou por situação parecida, decidiu ajudar não só a senhora como outras pessoas que a procurassem, por isso criou o grupo.

PublicidadeORATÓRIA EM SANTA CATARINA

Porém, Leia não consegue dar conta de todas as doações sozinha e pede ajuda a comunidade brusquense para que se sensibilize e ajude também.

“Consegui ajudar 4 famílias com alimentos, mas são poucos para tantas que vem o pedido. Senti de ajudar, porque tempos atrás era eu pedindo alimento. E sei como dói não ter o que comer. Arrecado roupas, comidas, roupas de frio, tudo que vem ajuda”, aponta.

Leia buscou ajuda do Olhar do Vale para divulgar seu trabalho e pedir que a comunidade a ajude com as arrecadações.

As doações são recebidas na casa da Leia e dependendo do local, ela também as busca.

Quer ajudar? Entre em contato com o whatsapp 47 99958-7622 ou entre no grupo https://bit.ly/2ZmpOLB

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.