Morre Nina, a onça-pintada mais velha do Brasil

A onça chegou em Brusque em 1997;


Nina, a onça-pintada mais velha do Brasil, faleceu neste último domingo (12). A Phanthera onca chegou em Brusque em 1997, com aproximadamente três meses de idade, viveu praticamente toda a sua vida em Brusque, trazendo muita alegria para os visitantes, sendo um dos animais preferidos do parque nestes 25 anos.

Nina vinha apresentando sintomas de velhice desde 2018, mas foi em 2022 que ela piorou devido a um tumor no abdome, passou por uma cirurgia e voltou bem para o parque. Mesmo com todos os cuidados necessários, veio a óbito por causas naturais, devido a sua idade.

O diretor-geral do Zoobotânico, Carlos Alexandre Reis comenta sobre o acontecido, “As onças em cativeiro, vivem cerca de 20 anos, mas com todo o amor, carinho e cuidado que o parque sempre tem com seus animais, essa barreira foi ultrapassada, e ela pode viver até seus 25 anos. Com certeza ela era um dos animais favoritos do zoo, por isso, deixará uma marca e uma saudade muito grande no coração de todos”.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.

O Olhar do Vale é um jornal digital que traz notícias de Brusque, Guabiruba, Botuverá e  região do Vale do Itajaí.

Somos um portal de notícias dedicado aqueles que buscam informação de qualidade,  jornalismo com verdade.