GRUPIA realiza Sessão Solene da XII Semana da Família nesta quarta-feira

Na data, é celebrado o Dia Internacional da Família

Crédito das Fotos: Carina Machado

O Grupo de Proteção da Infância e Adolescência (GRUPIA) convida a comunidade de Brusque e região para participar da Sessão Solene da XII Semana da Família, no plenário da Câmara Municipal de Brusque, que acontece nesta quarta-feira, 15 de maio, data em que é comemorado o Dia Internacional da Família.
Na oportunidade, acontecerá a conferência magna com o tema ‘A missão da família no mundo de hoje: Guardar e comunicar o amor e a vida!’ ministrada pelo mestre e doutor em Filosofia pela PUC/SP, Professor José Francisco dos Santos, e contará com a presença, pela primeira vez, do presidente da Comissão de Direitos Humanos e Família (CDH) da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, deputado Oscar Gutz.


A Sessão Solene também reserva a outorga da comenda ‘Amigo da Família’ à Maria Luiza (Bonamente) Venske.
Neste ano, a XII Semana da Família tem como tema ‘A Missão da Família no Mundo de Hoje’ e como lema ‘Guardar e Comunicar o Amor e a Vida!’. O evento busca promover reflexões sobre o papel fundamental da família na sociedade contemporânea.


O presidente do GRUPIA, Paulo Vendelino Kons, destaca a importância da família como base da sociedade e berço onde os valores são transmitidos. Ele ressalta que, apesar das transformações rápidas e profundas que afetam as famílias, é fundamental manter-se fiel aos valores que constituem o fundamento do instituto familiar.
“A família está no centro do plano de Deus para a felicidade e o progresso dos seres humanos. É responsável pela saúde, segurança, educação e bem-estar geral das crianças e adolescentes. Por isso, é essencial que as famílias se mantenham fiéis aos seus valores e busquem viver o verdadeiro amor familiar”, afirma Kons.

Publicidade


Durante toda a programação, que teve início no dia 11 de maio e segue até o dia 25, serão realizadas diversas atividades, incluindo celebrações religiosas, conferências, homenagens e momentos de integração familiar.
Além disso, o evento contará com o XII Festival Uma Tarde em Família, que promoverá momentos de lazer e diversão para todas as idades. Serão realizadas atividades como teatro, contação de histórias, oficinas, brincadeiras e distribuição gratuita de lanches.
“A XII Semana da Família é uma oportunidade para fortalecer os laços familiares, promover valores e compartilhar experiências. Convidamos a todos para participar desse momento de reflexão e celebração. Também propomos que nesse período sejam realizadas outras atividades alusivas à XII Semana da Família de Brusque em órgãos públicos, escolas, entidades comunitárias, empresas, igrejas e outras organizações”, complementa Kons.

Amiga da oração e da família

A oração sempre fez parte da vida de Maria Luiza Bonamente Venske. Quinta filha de Ernesto Bonamente e Dealtina Machado, Maria Luiza cresceu em um lar católico, na comunidade do bairro São Pedro, rodeada dos outros 11 irmãos. Mas eis que o tempo trouxe a ela na mocidade, o amor de sua vida, Valmor Venske, ele de família luterana. Em uma Brusque onde católicos se casavam com católicos e luteranos com luteranos, Maria Luiza e Valmor conseguiram levar sua união ao altar, no casamento realizado no dia 15 de julho de 1961. “Namoramos um ano escondidos, eu tinha 17 anos. Quando minha mãe descobriu, dizia para eu largar ele, e ameaçava contar para meu pai. Até que um dia ela contou e ele não se importou, porque minha avó paterna era protestante”, conta ela.


O casamento aconteceu na Igreja Luterana, onde Maria Luiza começou a participar também das celebrações, e ganhou como primeiro presente, uma Bíblia Sagrada. “Um dia conheci Pe. Léo e comecei a ir escondida às missas na Capela do Espírito Santo, no Colégio São Luiz, à tarde. Eu não falava para meu marido que estava indo à missa, porque ele era fiel à Igreja Luterana, ia aos cultos toda semana e assim foi até o ultimo dia em que conseguiu caminhar. Até que um dia ele descobriu que eu ia às missas, mas em nenhum momento me proibiu de ir. Sempre digo que fui Evangélica, mas em nenhum momento deixei de ser católica e de ser agarrada aos meus Santos e à Nossa Senhora”, revela.


Na Igreja, Dona Ia como é chamada carinhosamente pela família, via na oração a forma mais profunda de conversar com Deus. Levava em suas palavras e pensamentos enquanto rezava, toda sua família consigo, pedindo bênçãos e proteção. Perseverante na fé, Maria Luiza começou a participar, há alguns anos, do Grupo de Oração São Luís Gonzaga, onde reza não só pela sua, mas por todas as famílias e pessoas que precisam.


Sempre devota à Nossa Senhora, de quem carrega o primeiro nome, Maria, construiu uma família com seu amado Valmor, que se despediu da vida aos 61 anos, depois de uma batalha contra um câncer. Do casamento, foi abençoada com cinco filhos, Ligia Maria Aparecida, Vlademir, Gilberto, Eduardo e Everaldo, que lhe deram nove netos e três bisnetos. Quando lembra do esposo, tem o carinho de rememorar os momentos bons de uma vida a dois. “Nos despedimos comigo cantando para ele e rezando pela vida dele. Foi um momento de despedida, mas de alegria em sentir que ele estava bem, junto do Senhor”, lembra com carinho.


Viúva aos 56 anos, Maria Luiza continuou se dedicando à família e à oração. Aposentada, depois de anos de trabalho na indústria têxtil e na Souza Cruz, ela segue até hoje fiel à oração do terço, que aprendeu a confeccionar nos últimos anos. Mais de mil terços já foram produzidos pelas mãos de Maria Luiza, indo para tantos lugares do país e levando o poder da oração em cada canto.


Para ela, a oração é uma conversa profunda com Deus. É à oração que ela recorre para buscar o conforto e para levar também conforto a todos aqueles que à procuram, pedindo proteção e bênçãos para si e para as suas famílias. Nesses anos todos, Maria Luiza entendeu que sua missão é ser instrumento do Espírito Santo.


Hoje, prestes a receber do GRUPIA a homenagem de Amiga da Família, ela não se vê merecedora de tal título, porque ‘não se acha importante’ para tal honraria. Aqui, lembramos o que Jesus disse: “Felizes são os humildes, porque o Reino dos céus é dado a eles”. (Mateus, 5,3).
Fica aqui o agradecimento à Maria Luiza Venske, por todas as orações que ela faz pelas famílias da nossa cidade e do nosso Brasil!
Confira a programação da XII Semana da Família:

15/5 – QUARTA-FEIRA – DIA INTERNACIONAL DA FAMÍLIA
8h30 – SESSÃO SOLENE DE ABERTURA OFICIAL DA XII SEMANA DA FAMÍLIA, com Celebração oficiada pela Igreja Católica, Conselho de Pastores e Igreja Evangélica Luterana, Conferência magna “A missão da família no mundo de hoje: Guardar e comunicar o amor e a vida!” ministrada pelo mestre e doutor em Filosofia pela PUC/SP, Professor José Francisco dos Santos, e outorga da comenda “Amigo da Família” à MARIA LUIZA (Bonamente) VENSKE (*11/04/1940), no plenário da Câmara Municipal de Brusque
12h – Almoço do Dia Internacional da Família no Moinho Vô Joanin, de Arlindo Milani

19/5 – DOMINGO
9h – Santa Missa na Igreja Matriz São Judas Tadeu (Águas Claras)
16h – Santa Missa no Santuário Nossa Senhora do Caravaggio de Azambuja
18h30 – Culto na Igreja Evangélica Calvário (Avenida Hugo Schlösser, nº. 550 – Jardim Maluche)

25/5 – SÁBADO
XII FESTIVAL UMA TARDE EM FAMÍLIA
14h30min– Louvor e 15h – Culto de Ação de Graças para a Família, oficiado pela Igreja Católica, Luterana e COPAB, na Igreja Evangélica Luterana Centro.
16h – Caminhada da Igreja até o Centro Evangélico Pastor Sandreczki para a FESTA DA FAMÍLIA, com teatro/fantoches, contação de história, oficinas de biscuit, bijuteria, colagem, brincadeiras, pintura facial, quadriciclo, corrida de saco, queimada, pula a corda, vôlei, futsal, cama elástica, piscina com bolinhas, mesa de ping pong, distribuição gratuita de cachorro quente, refrigerante, pipoca e algodão-doce.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.