Fogo Simbólico dos 60º Jogos Abertos de Santa Catarina é aceso em Brusque


O fogo simbólico da maior competição poliesportiva de Santa Catarina está oficialmente aceso. O ato foi realizado na manhã desta terça-feira (16), no Memorial dos Jogos Abertos, localizado na Arena Brusque, cidade onde os JASC surgiram. E, do município de origem, a chama dos Jogos segue para São José, que sedia a partir de sábado (20), a 60ª edição do evento – que volta a ser realizado após ser suspenso no ano passado face à pandemia da Covid-19.

A tocha com o fogo simbólico, conduzida inicialmente pelo atleta Diogo Aga, do basquete de Brusque, foi entregue pela representante da família de Arthur Schlösser, ’Gininha’ Schlösser, ao Presidente da Câmara de Vereadores de Brusque, Alessandro Moreira Simas, e dele, para o presidente da Fesporte, Kelvin Soares.

Em nome do poder público brusquense, o presidente da Câmara de Vereadores, Alessandro Moreira Simas, fez questão de ressaltar que, apesar do ano atípico, a chama dos jogos, originada por Arthur Schlösser e Rubens Fachini, há 60 anos, nunca se apagou. “Brusque está trabalhando, junto com Santa Catarina, para o estado voltar a ser referência no esporte”, frisou.

Publicidadelm MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO BRUSQUE

A importância do esporte também foi destacada por Eugênia Regina Schlösser Niebuhr Loos, neta de Arthur Schlösser, que no ato representou a família do criador dos JASC. “O acendimento desta chama, mais do que uma homenagem pessoal ao meu avô, é a lembrança do resgate histórico, de uma história que não pode ser esquecida e que cabe a nós levarmos adiante”, pediu ‘Gininha’ Schlösser.

Para o superintendente da Fundação Municipal de Esporte e Lazer de São José, João David Garcia, “receber os Jogos Abertos pela primeira vez neste momento peculiar da história é algo ainda mais marcante por ser a retomada do esporte”. Durante o evento, ele recebeu das mãos do Diretor-Geral da FME de Brusque, Edson Garcia, a bandeira oficial dos JASC. E convidou a todos a prestigiarem o evento.

“O fogo que acende hoje é a chama do renascimento do esporte em Santa Catarina e no Brasil, depois de dois anos difíceis para todo o trade esportivo, mas que sai fortalecido”, analisou o presidente da entidade que organiza os Jogos Abertos, a Fesporte, Kelvin Soares. Para ele, “os JASC são o melhor sistema esportivo do país, que evolui e é referência, por ser uma proposta que liga sistemas, instituições e municípios”.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.

O Olhar do Vale é um jornal digital que traz notícias de Brusque, Guabiruba, Botuverá e  região do Vale do Itajaí.

Somos um portal de notícias dedicado aqueles que buscam informação de qualidade,  jornalismo com verdade.