Escolas de Blumenau recebem o projeto Versos En’Cantados, que enaltece 13 poetas brasileiros

Foto: Victor Cezar Nunes

Literatura brasileira, poesia e música. A partir da segunda quinzena de maio, escolas de Blumenau; EBM Gustavo Richard, EBM Quintino Bocaiúva, EBM Pastor Fauhlhaber, EBM Gal. Lucio Esteves, além da Associação de Cegos do Vale do Itajaí (ACEVALI); recebem o projeto Versos En’Cantados. Uma apresentação em formato vídeo-arte e palestra-show, com uma descrição do contexto histórico da vida e obra de 13 poetas brasileiros, do período barroco ao pós-modernismo. O vídeo-arte Versos En’Cantados terá uma hora e meia de duração e contará com audiodescrição e o projeto terá material impresso em braile para associados da ACEVALI, como contrapartida social.

A produção do vídeo-arte conta com o professor de Literatura e Língua Portuguesa, Michel Jacques, no vocal; com Rafael Leandro, na guitarra; Clei Anderson, na bateria; e Jairo Adriano, no contrabaixo e como diretor musical. A produção musical, mixagem, captura de áudio, vídeo e fotografia é assinada por Victor Cezar Nunes, e a audiodescrição é de Mara Rubian Matteussi Garcia Kortelt.

“Em cada fase literária, as obras serão musicalizadas em diferentes estilos, conforme a intenção emocional proposta por cada uma das 13 poesias citadas. Através da fusão das duas linguagens, literatura e música, pretendemos potencializar a possibilidade de interpretação, bem como eliminar a barreira de rejeição que os jovens nas escolas públicas têm com a literatura brasileira, e possibilitar o acesso deste projeto aos deficientes visuais da ACEVALI”, comenta o artista Rafael Leandro.

Publicidadelm MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO BRUSQUE

O projeto Versos En’Cantados surgiu em 2010 e desde então soma mais de 200 apresentações. “A vontade de dar continuidade ao projeto Versos En’Cantados dá-se ao perceber a carência dos jovens quanto à valorização da literatura nacional, mesmo sendo um projeto que já circulou há anos atrás, hoje temos novos alunos nas salas de aula que também precisam e têm direito ao ensino que se preocupe de fato com o conteúdo curricular apresentado”, explica o artista e idealizador do projeto Michel Jacques. “É uma forma de instigar os alunos a interpretar os fatos sócio-políticos e culturais por meio da conscientização das obras dos pensadores e poetas brasileiros que retratam a realidade do nosso país”, complementa o vocalista.

“Os professores irão trabalhar com o vídeo-arte em sala com os alunos e farão atividades relacionadas ao conteúdo do vídeo. No projeto vamos utilizar também a arte de marionetes, com o personagem Cruz e Souza, no intuito de despertar a atenção e interesse das crianças e jovens; e agregando, além da música e literatura, a arte da manipulação de bonecos”, conclui Rafael Leandro.

O projeto Versos En’Cantados, de Rafael Leandro de Souza, é viabilizado pelo 2º Prêmio Herbert Holetz do Fundo Municipal de Apoio à Cultura de Blumenau, edital 004/2019. Acompanhe as novidade pelo www.instagram.com/versosencantadosoficial

CONFIRA OS POETAS E AS OBRAS CITADAS EM VERSOS EN’CANTADOS
Período Barroco: Gregório de Matos (1623 – 1696), obra: Epílogos
Arcadismo: Tomás Antônio Gonzaga (1744-1810), obra: Lira XXIII
Romantismo/Geração Nacionalista: Gonçalves Dias (1823 – 1864), obra: Canção do Exílio
Romantismo/Geração mal-do-século: Álvares de Azevedo (1831-1852), obra: Um Cadáver de Poeta
Romantismo/Geração condoreira: Castro Alves (1847-1871), obra: A Canção do Africano
Parnasianismo: Olavo Bilac (1865-1918), obra: Via Láctea
Simbolismo: Cruz e Souza (1861-1898), obra: Inefável
Pré-Modernismo: Augusto dos Anjos (1884-1914), obra: Versos Íntimos
Modernismo/1ª fase (Geração de 20): Mário de Andrade (1893-1945), obra: Moça Linda Bem Tratada. E, Manuel Bandeira (1886-1968), obra: O Bicho
Modernismo/2ª fase (Geração de 30): Carlos Drummond de Andrade (1902-1987), obra: As Sem-razões do Amor; e Cecília Meireles (1901-1964), obra: Motivo
Modernismo/3ª fase (Geração de 45)/Pós-modernismo: Mário Quintana (1906–1994), obra: Canção do Dia de Sempre.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.

O Olhar do Vale é um jornal digital que traz notícias de Brusque, Guabiruba, Botuverá e  região do Vale do Itajaí.

Somos um portal de notícias dedicado aqueles que buscam informação de qualidade,  jornalismo com verdade.