Dengue: Secretaria de Saúde pede que a população redobre os cuidados em relação à proliferação do mosquito

Mosquito da Dengue | Foto: Prefeitura de Brusque

Chuvas constantes e o calor, propiciam os criadouros do mosquito Aedes Aegypti

A Secretaria de Saúde, por meio da Vigilância em Saúde, chama a atenção da população em relação à dengue. Atualmente os números estão estabilizados, mas com as temperaturas em elevação e a condição de chuva diariamente, podem mudar esse cenário. Desde de janeiro até a data atual, o município registra 4.975 casos de dengue. Quanto aos focos, nesta atualização eles chegam a 1.246, 12 a mais em relação ao balanço anterior, divulgado na semana passada.

O secretário de Saúde, Osvaldo Quirino de Souza, pede à comunidade que tome cuidado em relação à água parada. “Esse ano tivemos um número de casos, focos e óbitos atípicos no município. E, para não nos depararmos com esse cenário novamente, precisamos da ajuda da população, pois estamos em um período de chuvas constantes e calor, combinação propícia para criadouros do mosquito Aedes Aegypti. Então pedimos para todos os moradores observarem suas residências e eliminarem todos objetos que possam conter água parada”.

Publicidade

Boletim atualizado

Na segunda-feira (17) os números foram atualizados e nenhuma pessoa está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), e nenhum paciente faz tratamento em enfermaria hospitalar. Desde o início do ano, os óbitos em decorrência da doença totalizam 11.

Confira as principais medidas de prevenção e combate ao Aedes Aegypti:

  • Manter bem tampado tonéis, caixas e barris de água;
  • Lavar semanalmente com água e sabão tanques utilizados para armazenar água;
  • Manter caixas d’agua bem fechadas;
  • Remover galhos e folhas de calhas;
  • Não deixar água acumulada sobre a laje;
  • Encher pratinhos de vasos com areia até a borda ou lavá-los uma vez por semana;
  • Trocar água dos vasos e plantas aquáticas uma vez por semana;
  • Colocar lixos em sacos plásticos em lixeiras fechadas;
  • Fechar bem os sacos de lixo e não deixar ao alcance de animais;
  • Manter garrafas de vidro e latinhas de boca para baixo;
  • Acondicionar pneus em locais cobertos;
  • Fazer sempre manutenção de piscinas;
  • Tampar ralos;
  • Colocar areia nos cacos de vidro de muros ou cimento;
  • Não deixar água acumulada em folhas secas e tampinhas de garrafas;
  • Vasos sanitários externos devem ser tampados e verificados semanalmente;
  • Limpar sempre a bandeja do ar condicionado;
  • Lonas para cobrir materiais de construção devem estar sempre bem esticadas para não acumular água;
  • Catar sacos plásticos e lixo do quintal.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.