Câmara vota proibição de fogos com barulho em Brusque

Foto: Divulgação

A Câmara de Vereadores de Brusque deve votar na sessão desta terça-feira (04) em primeira discussão o Projeto de Lei Complementar nº 13/2021, que proíbe a queima, soltura e manuseio de fogos de artifício e artefatos pirotécnicos que causem poluição sonora, bem como proíbe fabricação e queima de balões.

O projeto é dos vereadores André Rezini e Jean Dalmolin, do Republicanos.

Em Blumenau um projeto semelhante foi votado e aprovado no último dia 21 de março.

Publicidade

O vereador Bruno Cunha, ao discutir o projeto, explicou que Blumenau já foi uma das primeiras cidades do Brasil a regulamentar os fogos de baixo ruído em eventos públicos por meio de uma legislação de autoria dele. Defendeu que esse é um assunto significativo que deve ser discutido em benefício de pessoas com deficiência, autistas, crianças, idosos, enfermos e também dos animais.

Disse que desde 2018 vem fiscalizando a questão e que o poder público vem implementando essa legislação, mas os particulares não têm respeitado. “A prefeitura fez uma divulgação para que tivéssemos uma festa virada do ano inclusiva, em que os autistas pudessem estar presentes e que as pessoas pudessem levar seus pets para a Avenida Beira Rio. Aquilo que era pra ser um momento muito importante acabou sendo catastrófico porque as pessoas no entorno soltaram os fogos com estampido e o efeito foi o contrário”, lembrou. 

Porque o barulho dos fogos é prejudicial?

O barulho alto, repentino e em excesso dos fogos e semelhantes é prejudicial para animais e também para os humanos. Pacientes hospitalizados, além de crianças, idosos ou indivíduos que possuam outras condições, como autismo e esquizofrenia, podem ser afetados.

No caso de animais eles podem fugir ou se machucar por conta do susto.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.