Brusque: Ianson volta ao time titular após cinco meses afastado por lesão


No primeiro dia do mês de março, o zagueiro Ianson recebeu uma notícia que não era bem-vinda naquela fase em que ele vivia junto ao Brusque. Após um lance sozinho no campo sintético do Bandeirante, Ianson foi diagnosticado com um ruptura parcial do ligamento colateral medial do joelho esquerdo.

Após quase seis meses de recuperação, no dia 30 de agosto, o Gamarra do Vale voltou a figurar entre os 11 iniciais do Marreco, diante do Tombense, em Muriaé. O resultado não foi o esperado, mas a superação fez tudo valer a pena.

“Foi maravilhoso poder voltar a atuar depois de um pouco mais de cinco meses. Foi uma fase muito complicada, onde tive muito apoio da minha família, dos meus companheiros e todo suporte do departamento médico, isso fez total diferença para que eu pudesse ter voltado o mais rápido possível aos gramado”, comenta o zagueiro.

Publicidade

Além de estar entre os titulares, Ianson voltou a atuar os 90 minutos completos na partida contra o Tombense e contra o Vasco, sem desgaste físico ou cansaço.

“Desde o momento que eu me machuquei, eu sempre tive a mentalidade de voltar no mesmo nível que eu estava ou até melhor, então eu estava treinando muito forte porque sabia que a oportunidade ia chegar e precisava estar bem para ajudar a equipe a conquistar as vitórias e o resultado. Estou muito feliz em poder ajudar e sei da responsabilidade que tenho pra fazer de tudo pra que esse clube se mantenha na Série B do Campeonato Brasileiro.

Mas para superar essa fase, o Gamarra teve apoio de muitas pessoas especiais, e não poderia deixar de agradecê-los pelo apoio durante o período afastado.

“Foi uma lesão muito complicada e séria, teve muitos momentos onde tive incerteza se eu deveria operar ou não, e isso aumentaria muito mais o tempo de recuperação, mas eu sempre busquei forças na minha família, na minha esposa, nos meus amigos que sempre estiveram do meu lado, tenho muito a agradecer ao departamento médico, em especial o William Kvieskas, que foi mais que um fisioterapeuta pra mim nesse momento tão difícil que passei”.

Ianson tem 141 jogos pelo Marreco, atrás apenas do volante Zé Mateus e do lateral-esquerdo Airton. Além de ter marcado cinco gols.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.