“A verdade é que não tem nada, nenhum documento em Brasília sobre a barragem de Botuverá,” afirma Simon

O vereador já chegou a casa com algumas demandas

Foto: Talita Garcia/Câmara Municipal de Brusque.

O agora vereador Cedenir Simon (PT) assumiu na sessão ordinária desta terça-feira (18) a cadeira que estava sendo ocupada pela vereadora Marlina Oliveira (PT) por 30 dias, por conta dos ocasionais rodízios que acontecem dentro do partido.

Cedenir chegou com algumas pautas polêmicas para o município e região. Em uma de suas oportunidades de fala, discursou sobre a barragem de Botuverá. “A verdade é que o Governo Estadual está mentindo para Brusque. Por isso eu solicitei o pedido de audiência pública sobre isso”, declarou.

O vereador afirmou, “A verdade é que não tem nada, nenhum documento em Brasília sobre a barragem de Botuverá. Não existe projeto, não existe projeção, não existe nada.” Cedenir afirma que foi até lá presencialmente para ver e que não podia deixar de contar isso à população brusquense.

Publicidade

A barragem de Botuverá organiza todo o fluxo de águas, portanto, organiza uma série de despesas que cidades vizinhas têm, incluindo Brusque, informou o parlamentar. “Essa barragem precisa sair de discurso eleitoral”, afirmou. Por isso, o mesmo requereu uma a realização de uma Audiência Pública para tratar sobre o caso. O requerimento foi aprovado por todos os vereadores presentes.

Cedenir também trouxe à tribuna o seu desejo da realização de duas sessões ordinárias na Câmara de Vereadores por semana. Segundo dados trazidos pelo vereador, nenhuma cidade com a mesma população de Brusque possui somente uma sessão na semana. 

O parlamentar ressaltou que a cidade vem crescendo de maneira acelerada, a população está se diversificando, os moradores estão cada vez mais longe do centro e existem mais demandas a serem analisadas. O vereador reforçou ao presidente da casa o pedido para que pudessem refletir seriamente sobre esta possibilidade.

Colaboração Mariana Beuting

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.