Unifebe Vargas Câmara

Vistoria em obra vira caso de polícia em Brusque

Policiais militares precisaram ser acionados durante uma visita da equipe de vistorias em obras do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário de Brusque e região (Sintricomb) e do Sindicato das Indústrias da Construção e do Mobiliário (Sinduscon), juntamente com a Vigilância Sanitária no Bairro Limeira Baixa, em Brusque. Um deles apresentou nome falso e fugiu do local.

De acordo com as informações das equipes, o grupo foi ao local averiguar as condições de ambiente de trabalho, segurança e uso de itens de proteção no trabalho. Na chegada, alguns dos empregados teriam atirado restos de concreto contra o veículo da Vigilância Sanitária. No instante em que a equipe de vistorias dos sindicatos laboral e patronal solicitou a documentação dos empregados, descobriu que um deles estava fornecendo o nome falso. Os próprios colegas confirmaram que a identidade não era aquela, o que fez com que o homem fosse embora às pressas. Policiais militares foram acionados e chegaram ao local instantes depois.

O presidente do Sintricomb, Izaias Otaviano, alerta para que os trabalhadores colaborem e não omitam informações quando estas solicitadas pelas equipes de vistorias que fazem as visitas diariamente.

“Quando vamos nos canteiros de obras, vamos para preservar o trabalhador, fazer com que ele tenha a CTPS assinada, com direitos mínimos de higiene. Quando alguém dá o nome falso, causa muita estranheza. Imediatamente chamamos a polícia assim que constatamos que o nome dado não era o verdadeiro”, destaca ele, afirmando que, a partir desse ponto, passa a ser caso de polícia e foge da alçada da entidade.

A importância das informações corretas e verdadeiras é de grande importância, afirma Otaviano. Isso porque os dados são reunidos e enviados a órgãos de fiscalização, como Ministério Público do Trabalho, Ministério do Trabalho, entre outros.

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.