Unifebe Vargas PREFEITURA TEVAH

“Ninguém mais acredita nas mentiras do PT”, diz Dejair

O pessedista se manifestou rispidamente as acusações feitas pela bancada petista na Câmara de Vereadores, durante o uso da palavra dos líderes partidários;

Foto: Wilson Schmidt Junior -

Foto: Wilson Schmidt Junior –

Brusque – Durante o uso da palavra por parte dos líderes da Câmara de Vereadores de Brusque, Edson Ruben Muller (PP), o Pipoca, convocou todos os seus correligionários para Convenção Municipal do Partido Progressista a ser realizada na Associação Santos Dumont, no próximo dia 11 de junho, às 19h.

Já Marli Leandro aproveitou o seu espaço como líder do PT para comemorar a vinda de mais uma vereadora suplente. “Temos que valorizar outros companheiros que foram candidatos, que participaram da eleição. A gente não chega aqui sozinho. A gente sai como grupo na eleição, um ajudando o outro, então é uma equipe e é assim que ela deve permanecer no final, durante os mandatos. Essa é a nossa prática”, disse.

Marchewsky também desejou boas vindas aos estreantes. Aproveitando o gancho de agora a Câmara possuir duas vereadoras, destacou o trabalho que o seu partido vem fazendo, através do PMDB mulher, para aumentar o número de representantes políticos do sexo feminino. Destacou também a articulação peemedebista em preparação às eleições de 2016. “Nosso desejo é fazer o maior número de majoritárias possíveis. O PMDB está organizado e pode cada vez mais se organizar”, disse.

Martins destacou o sentimento de pesar de seu partido, o PSD, de Bento Cadore (91), que já foi legislador na década de 70 em Brusque. O passamento de Cadore ocorreu às 8h de ontem, segunda-feira (1º). O enterro ocorreu no Cemitério Municipal Parque da Saudade.

Belotto, que foi nomeado o líder de oposição, relatou na Tribuna que a sua principal missão neste momento é fiscalizar o governo interino. Aproveitou para reiterar que as obras de Brusque estão sofrendo uma paralisia. “Antes diziam que as obras estavam à todo vapor, agora dizem que não tem dinheiro para tocar as obras.”, relatou. Além disso, indignado, ressaltou que o montante de recursos já comprometidos se aproximou de 48% já no período de Roberto.

Dejair, o líder da situação, contrariou as palavras de Belotto. Para Machado (PSD), a folha de pagamento já estava se aproximando do teto quando da assunção do governo interino de Prudêncio. “A gente pode debater, mas com argumento, com moral”, disse ele, afirmando que a atual oposição está deturpando os fatos.  “A mentira dita um milhão de vezes é sempre mentira. Ninguém mais acredita nas mentiras do PT”, finalizou.

O líder de governo Alessandro Simas (PR) ressaltou que as firmações de Belotto foram maldosas. Ressaltou o decreto de Prudêncio que cortou diversos gastos da Prefeitura, em combate à situação financeira/orçamentária da Prefeitura de Brusque. “Esse déficit financeiro já vem desde o começo do ano”. O líder do executivo na Câmara também mostrou algumas imagens de projetos que já estão previstos para iniciar nas próximas semanas, em vários pontos da cidade.

por Wilson Schmidt Junior

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.