Unifebe Vargas Neni TEVAH

Prefeitura de Guabiruba inicia campanha de trânsito alertando sobre instalação de radar

gba

A Prefeitura de Guabiruba iniciou nesta segunda-feira, 4, a veiculação de uma campanha publicitária de trânsito com o alerta aos condutores sobre o limite de velocidade de 50 km/h dentro da cidade e a presença do radar previsto para entrar em operação no final de setembro. A campanha envolve ainda blitz educativas com a distribuição de material informativo mostrando os perigos da imprudência ao volante, que serão realizadas de 18 a 25 de setembro durante a Semana Nacional de Trânsito.
As ações estão dentro do programa Trânsito Seguro, que desde 2015 foca em estratégias de conscientização com o objetivo de gerar uma mudança de comportamento. Em 2016, palestras foram realizadas nas escolas, Centro de Formação de Condutores e empresas, além da logomarca do programa ter sido escolhida por um concurso entre os alunos.
Nos dois últimos anos, a imprudência vinha sendo comparada, nas campanhas da prefeitura, com uma arma de fogo. No lugar do projétil estava um carro em alta velocidade, um aparelho celular e uma garrafa de bebida alcoólica. O propósito era ser agressivo para impactar os condutores, indicando que cometer tais infrações é tão perigoso quanto disparar uma arma de fogo, podendo tirar a vida tanto de si, quanto de outras pessoas.
No entanto, a alta velocidade continuou sendo um problema nas ruas de Guabiruba fazendo com que aumentasse o número de pedidos por travessias elevadas pelos moradores. O prefeito Matias Kohler enfatiza que elas são reivindicadas pela população como forma de inibir o excesso de velocidade, que não condiz com a sua função, que é auxiliar os pedestres a atravessar a via. “Atualmente temos mais de cem travessias elevadas sendo solicitadas e elas atrasam ambulâncias e viaturas e nem sempre fazem condutores mal intencionados pararem. Se fôssemos implantar todas as travessias solicitadas, Guabiruba não teria mobilidade”, explica.
O prefeito ressalta ainda que se o limite de velocidade fosse respeitado, não precisaria ser implantado e monitoramento eletrônico. “Infelizmente as pessoas só se disciplinam com a fiscalização e nosso objetivo é disciplinar o trânsito como forma de buscar a segurança para todos os usuários”, destaca.
O radar portátil será operacionalizado pela Polícia Militar e utilizado nas vias que registram excesso de velocidade. Mais informações podem ser obtidas na Coordenadoria de Trânsito de Guabiruba – GBTRAN pelo telefone 3308-3103.

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.