Unifebe Vargas

Placas com nomes grafados erroneamente causam polêmica

O professor Márcio Fumagalli foi quem flagrou o fato e registrou a imagem;

Foto: Márcio Fumagalli -

Foto: Márcio Fumagalli –

Brusque – Como preza o velho ditado, quando ocorre algum atentado grave ao legado de pessoas que já se foram, certamente o primeiro presidente da República Federativa do Brasil, Marechal Deodoro da Fonseca e, também, o antigo morador brusquense Ewaldo Ristow se remexeu no túmulo durante esta segunda-feira (11). Isto porque, duas placas de nomenclatura de ruas foram instaladas no Centro, em Brusque, através da Secretaria de Obras. Acontece que os nomes das duas personalidades foram escritos de maneira errônea (Ewaldo ‘Ristom’ e Marechal ‘Theodoro’), gerando grande repercussão das redes sociais.

Atento aos acontecimentos da sua localidade, o professor Márcio Fumagalli registrou a imagem das placas pouco tempo após elas serem instaladas. Após postar em sua página pessoal no Facebook, uma avalanche de curtidas e comentários teve início, junto, é claro, com a polêmica. “POVO SEM HISTÓRIA – lamentável – faz poucas horas que fincaram na calçada da minha casa a comprovação da ignorância histórica do que representa MARECHAL DEODORO e a família RISTOW na comunidade local – reflita meu caro brusquense!!!”, escreveu ele no cabeçalho da postagem, junto da foto.

De acordo com o chefe de gabinete da Prefeitura de Brusque, Evandro Flora, existe uma explicação para o fato. “As placas são confeccionadas por empresa terceirizada desde a administração antiga e por eles colocadas nas devidas ruas. Agora, antes de fixarem no local, passarão pelo crivo da administração atual e depois liberadas”.

Tal discurso não convenceu as pessoas que continuaram revoltadas com o acontecido, principalmente Fumagalli. Segundo ele, o governo interino já dura um mês e não é aceitável que a mesma conduta adotada pela antiga gestão – de se culpar as gestões passadas – continuem atualmente. “Um pouco mais de respeito com nossa história. Ela não pode ficar entre conflitos político-partidários”, reiterou.

No que Flora novamente replicou. “Existe um contrato e o mesmo vai ser cumprido. Só mudamos que antes da empresa colocar as placas, terá que as apresentar para correção se necessárias. Só isso! Ninguém está passando o problema, mas a verdade tem que ser dita”.

Ao Portal Olhar do Vale (ODV), Evandro Flora declarou que as placas errôneas serão trocadas nesta terça-feira (12) e não gerarão prejuízos ao erário público. “Não é a primeira vez que eles erram os nomes das placas (…) quando eles erram, eles não cobram nada”, disse.

por Wilson Schmidt Junior

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.