Unifebe Vargas Neni TEVAH

Brusquense faz sucesso na internet

Vídeos da atriz Patrícia Souza ultrapassam a casa de milhares de acessos

P_20150911_113757

Foto: Olhar do Vale –

Uma personagem de Brusque está fazendo sucesso na internet e você já deve ter ouvido um dos seus bordões: Oh, Salete. Tu és pamonha, né? Passo vergonha por ti. Com chapéu, uma bolsa nada discreta e um sotaque característico de Santa Catarina, Adalina está divertindo internautas com suas conversas ao telefone com sua fiel amiga Salete.

Interpretado pela atriz brusquense Patrícia Souza, seus vídeos já ultrapassam a marca de 500 mil visualizações. O primeiro vídeo, assistido por mais de 300 mil pessoas, foi publicado em uma rede social sem a pretensão de fazer tanto sucesso. O vídeo foi produzido para ser apresentado em um espetáculo de dança, realizado em maio deste ano. “Elas tinham me pedido para fazer um vídeo de abertura para que as pessoas desligassem os celulares, evitassem o flash das câmeras e que eu fizesse com uma das minhas personagens, de uma forma extrovertida, Optei pela Adalina porque ela é a mais carismática, tem seus trejeitos e é super brusquense”, comenta.  Assista ao vídeo:

Em sua primeira aparição na internet, Adalina está na praia de Copacabana, Rio de Janeiro e, ao telefone, ela compara a estátua da Havan com o Cristo Redentor. O vídeo foi publicado logo após a apresentação do espetáculo e o sucesso foi surpresa para a atriz, que atua desde 1997. “Foi surpreendente para mim porque esse vídeo era específico, ele era pontual para a abertura do espetáculo do show”, conta.

Patrícia acredita que o sucesso da personagem está na sua espontaneidade, carisma e na forma que Adalina conversa com sua amiga Salete “O sucesso é por causa desse carisma gostoso que ela tem. Esse jeito fácil de falar e lidar com as pessoas, a forma carinhosa de como ela fala da cidade dela. No mesmo tempo em que ela briga com a Salete, ela tem tanta afinidade e tanto carinho. E ela abraça todo mundo de uma forma gostosa e traz todo mundo para perto”, explica.

Além do vídeo criado para o espetáculo Marias, do grupo de dança Lana Madena, Patrícia já publicou outros dois, que fazem brincadeiras com assuntos da região. Além disso, Adalina já apareceu em gravações criadas a pedido de empresas da cidade.

O segundo vídeo que fez mais sucesso entre os internautas foi gravado recentemente em Tijucas. Nas vésperas do feriado de sete de setembro, Patrícia parou na cidade quando estava a caminho de Florianópolis. “Esse foi extremamente no improviso, da hora mesmo, no susto. Passamos na frente do dinossauro. E acabou surpreendendo porque os tijuquenses entraram na onda, curtiram e se identificaram. Porque o dinossauro é o mascote deles. Todos os tijuquenses falam sobre ele, já criaram certo carinho para com ele. Porque ele está há algum tempo”, diz. Assista ao vídeo:

Com a mesma velocidade que torna alguém famoso, a internet pode também deixar no esquecimento. Mas, isso parece não preocupar a atriz. “A internet me deu essa possibilidade e trouxe para mim essa visibilidade, mas eu sei que isso pode ser passageiro. Eu pretendo não deixar a Adalina morrer, porque ela faz tão bem para as pessoas, que eu pretendo manter ela viva por um bom tempo. Mas esse é o meu trabalho como atriz. E o fato de ser um sucesso agora e daqui a pouco ninguém mais falar, não me frustra e não me preocupa. Porque a intenção é fazer com que as pessoas se sintam bem, felizes e estejam em paz”, salienta.

A personagem

Adalina faz parte do espetáculo Corpo Oral, idealizado pelo publicitário brusquense Rafael Zen. A apresentação é composta por nove monólogos, interpretados pelas atrizes Patrícia Souza e Lieza Neves. Adelina é uma das personagens criadas para o espetáculo, que foi aprovado pelo Fundo Municipal de Apoio à Cultura de Brusque, em 2014.

De acordo com Patrícia, Adelina foi inspirada em outra personagem e também de pessoas com que ela convive. “O Rafael chamou a gente para a construção dessas mulheres. São nove monólogos e só nós duas em cena. E uma das personagens que eu faço é a Adalina. E eu me inspirei um pouco na personagem da dona Dulce, do espetáculo de 97, Telefone Sem Fio. E acabei buscando um pouquinho da dona Dulce para compor a Adalina”, finaliza.

O espetáculo Corpo Oral será apresentado no dia 17 de setembro, no teatro do Centro Empresarial, Social e Cultural de Brusque (CESCB), às 20h30. Os ingressos custam R$20.  No sábado, dia 19, o grupo se apresenta em Balneário Camboriú, no Mov Café Bistrô. Reservas pelo telefone: (47) 3268-0002.

por Olhar do Vale

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.