Unifebe Vargas TEVAH

Alunos do Sesi Escola de Brusque representarão SC em torneio nacional de robótica

As duas equipes foram as únicas selecionadas para representar o Estado na competição nacional que acontecerá em Brasília;

Foto: divulgação -

Foto: divulgação –

Blumenau  – Mais uma vez os alunos do Serviço Social da Indústria (Sesi) de Brusque são destaque estadual no Torneio de Robótica First Lego League, que aconteceu neste fim de semana, em Blumenau. As duas equipe que representavam a região se classificaram em 2º lugar com o projeto Modern Bird Shelter – MBS; e em 3º LUGAR com o G.A.A.E.S – Grupo de Apoio aos Animais Exóticos e Silvestres , sendo que o 1º lugar ficou com os estudantes de Brasília. Com a classificação, os brusquenses representarão Santa Catarina na etapa nacional, que será realizada de 17 a 19 de março, em Brasília.

“Para nós é um orgulho em conseguir classificar duas equipes no Torneio em que havia apenas três vagas. Agora vamos corrigir algumas coisas, pois temos grandes chances de classificar para o mundial e colocar mais uma vez o nome do Sesi Brusque na história da robótica dentro do Estado”, comemorou o professor e técnico, Thiago Bortolluzzi.

No torneio, as equipes tiveram que apresentar seus projetos respeitando quatro categorias exigidas pelos juízes e que também estão presentes nos cursos do Sesi: desafio do robô (o desempenho do robô na mesa de competição), design do robô (desempenho técnico do robô), projeto de pesquisa (o trabalho de pesquisa das equipes sobre um determinado assunto, no caso Animal Allies, ou animais aliados, em que as equipes devem propor soluções inovadoras para os problemas de interação entre homens e animais) e core values (os valores fundamentais da vida, como inclusão, respeito, trabalho em equipe, etc.). No total foram 15 premiações, incluindo diversos reconhecimentos em cada categoria e a classificação final para os três melhores desempenhos globais.

A competição realizada pelo Sesi estadual, entidade da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), aconteceu pela primeira vez em Santa Catarina e reuniu 30 equipes, cerca de 250 estudantes de 9 a 16 anos. Além de Santa Catarina, também participaram da competição alunos de Pato Branco, Rio Negro e Curitiba (PR), São Vicente (SP), Porto Alegre e Viamão (RS) e Brasília (DF).

“Temos algumas coisas para corrigir e agora vamos ter um tempo, mesmo curto, para acertá-las e realizar um ótimo trabalho em equipe, pois a expectativa é muito boa para o Nacional”, lembrou o estudante Thiago Day, de 13 anos de idade.

Para a coordenadora de educação do Sesi, Sandra Freitas, a premiação é muito importante e também um incentivo a mais para continuar o trabalho que vem sendo realizado com sucesso. “Os resultados que conquistamos hoje é o coroamento do investimento em preparar nossos alunos para o mundo globalizado e tecnológico, cada vez mais presente dentro da indústria catarinense”, lembrou.

Objetivos que são compartilhados pela superintendência do Sesiem Santa Catarina, quando se trata do desenvolvimento escolar e profissional das crianças e adolescentes que participaram da competição, com destaque para os alunos de Brusque que serão o Estado no campeonato brasileiro. “Eles merecem um grande reconhecimento no quesito união e superação, pois enfrentaram várias dificuldades, mas ficaram juntos quando definiram que o que importava era que o Seside Brusque tivesse destaque. A partir daí se uniram e criavam um conceito vitorioso baseado na união, cooperação e integração entre as duas equipes, que se uniram com o apoio dos professores, técnicos e, sobretudo, dos pais, que estiveram com eles. O resultado foi, mais uma vez, essa conquista que tanto nos orgulha” , destacou Fabrízio Machado Pereira, superintendente do Sesino Estado.

O torneio

O Torneio de Robótica First Lego League é um programa internacional que objetiva inspirar crianças e jovens para carreiras na área tecnológica. A iniciativa também fortalece a capacidade de inovação, criatividade e raciocínio lógico. Por meio de uma experiência criativa os competidores resolvem problemas do mundo real: planejam, projetam, constroem e programam robôs com Lego.

Os projetos

Modern Bird Shelter (MBS) – O projeto da equipe Tecnorob Green, é uma casinha para os pássaros feita com poliuretano reciclado, sendo termoacústica e com isolamento térmico que protege os animais das variações de temperatura e possui grande durabilidade (cerca de 40 anos). Os alunos tiveram apoio da empresa Irmãos Fischer, que faz casas residenciais com este material e tem muitas sobras, sendo assim, prontamente, aceitaram contribuir com o projeto. Para este primeiro momento, dez casinhas foram construídas e entregues aos jurados, sendo que outras devem ser confeccionadas, pois a intenção é distribuí-las em cada SESI no Estado.

G.A.A.E.S – Grupo de Apoio aos Animais Exóticos e Silvestres – A equipe Tecnorob Red, teve como objetivo orientar as pessoas sobre o que fazer ao encontrar um animal exótico ou silvestre. O grupo criou um site e vai fazer uma campanha explicando para as pessoas quais procedimentos teve tomar ao encontrar um destes animais. Segundo a pesquisa demonstrou, muitos animais silvestres estão indo para os centros em busca de proteção e alimentos e acabam em residências onde as pessoas não sabem o que fazer com eles, às vezes até matam. A intenção é conscientizar a população os procedimentos corretos.

por Assessoria de Imprensa

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.