Unifebe Vargas Neni TEVAH

Sindilojas discute o comércio ambulante com o prefeito de Guabiruba

Mathias Kohler se comprometeu em atualizar a legislação para combater a concorrência desleal;

Foto: divulgação -

Foto: divulgação –

Guabiruba – Na tarde desta quinta-feira, 16 de fevereiro, o prefeito de Guabiruba, Mathias Kohler, recebeu em seu gabinete o presidente do Sindilojas, Marcelo Gevaerd e o diretor da entidade, Ivan L. Tridapalli. O objetivo do encontro era falar sobre a presença de ambulantes, que vendem produtos de procedência duvidosa com bastante liberdade pelas calçadas do município.

“Foi muito bom este encontro e percebemos que o prefeito tem esta mesma percepção. É difícil para o empresário, que paga seus impostos e atende todas as exigências, ver um vendedor ambulante na sua calçada, comercializando produtos sem nenhuma fiscalização”, afirma o presidente do Sindilojas, Marcelo Gevaerd.

Segundo ele, para que uma empresa possa funcionar, é necessário cumprir muitas exigências, inclusive estruturais, com banheiro e acessibilidade. Há a contratação de funcionários, emissão de alvarás e pagamentos de muitos impostos. E, neste contexto, aparece um vendedor ambulante que, sem toda esta burocracia para cumprir, se transforma em agente da concorrência desleal.

“Nós acreditamos que todos devem seguir a mesma regra e o trabalho do Sindilojas é propor essa discussão. Então esperamos que o governo olhe com carinho para este pedido porque, quanto mais tempo se deixa, pior fica”, observa.

Para o empresário Ivan Tridapalli, se o poder público não tomar nenhuma providência, é possível que o número de ambulantes e pedintes aumente. “A solução é simples: formular uma legislação clara, com valores justos e fixar esta informação nas entradas do município para que os vendedores ambulantes busquem informação na prefeitura antes de se instalarem. E, caso isso não aconteça, que sejam fiscalizados e sofram as penalidades”, sugere o empresário.

O prefeito de Guabiruba, Mathias Kohler, disse que o encontro desta tarde reforça uma necessidade que o município já havia sentido. “Queremos regularizar, de uma forma mais direta e incisiva, toda esta questão do comércio ambulante no município. Sabemos que isso traz concorrência desleal para aqueles que trabalham de forma organizada. O Sindilojas cumpre o seu papel na defesa do comércio como um todo, e hoje mostrou que está empenhado na busca de soluções”, avalia o chefe do Executivo.

O prefeito de Guabiruba solicitou, inclusive, que o Sindilojas faça parte desta formulação da própria legislação que será necessária para organizar o setor. “Existem hoje algumas regras dentro da legislação do município que podem ser aplicadas, mas não englobam todo o conteúdo necessário. Então, dentro desta linha, nós queremos propor uma atualização e esperamos que o Sindilojas possa estar presente neste processo. A parceria que se estabelece com o poder público e as entidades organizadas é que faz o resultado acontecer”, ressalta Kohler.

por Assessoria de Imprensa

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.