Unifebe Vargas Neni TEVAH

Assinada Ordem de serviço do Centro de Inovação de Brusque

Duas importantes obras para a comunidade do Vale do Itajaí ganharam sinal verde nesta quinta-feira, 22. O governador Raimundo Colombo assinou, em ato em Blumenau, as ordens de serviço para a construção do Centro de Inovação e Tecnologia de Brusque e para a revitalização da Rodovia Jorge Lacerda, a SC-412.
Em Brusque, o Governo do Estado vai investir R$ 5,89 milhões para construção do Centro de Inovação e Tecnologia, na Rua Itajaí, Bairro Limoeiro. A empresa Esphera Sul Empreendimentos foi a vencedora da licitação. A obra terá uma área total construída de 3,1 mil metros quadrados. “Essa é uma iniciativa essencial para promover a competitividade das empresas da cidade e atrair novas, gerando emprego e renda dentro do município”, destacou Colombo.
Para o secretário executivo da ADR Brusque, Ewaldo Ristow Filho, este é um investimento que vai trazer muitos benefícios na área de pesquisa e no desenvolvimento de novos produtos. Também irá auxiliar o processo produtivo e de inovação das empresas instaladas na cidade e ajudar a atrair novas empresas.
O secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Carlos Chiodini, lembra que o Governo do Estado prevê a construção de 13 centros de inovação em diferentes regiões de Santa Catarina.
O de Lages foi o primeiro a ficar pronto, em junho de 2016. Além de Lages e Brusque, outras 11 cidades terão estruturas semelhantes, trabalhando a inovação de forma integrada. Chiodini explica que já estão em obras, em diferentes etapas, os centros de Blumenau, Chapecó, Itajaí, Jaraguá do Sul, Joaçaba, São Bento do Sul e Tubarão. E estão em fase de projetos os de Criciúma, Florianópolis, Joinville e Rio do Sul.
A ideia de implantação dos centros de inovação em Santa Catarina começou em maio de 2011, em missão oficial liderada pelo governador Raimundo Colombo na Espanha. O modelo conhecido em Barcelona inspirou o projeto catarinense que começa a virar realidade.
Em Santa Catarina, os centros abrigarão espaços como aceleradoras de empresas, incubadoras, laboratórios de pesquisa, de capacitação e de consultoria para novos negócios, espaço para eventos e mostras, showroom das empresas instaladas, auditórios e salas de treinamento e de videoconferência. Os centros funcionarão regionalmente como estruturas de apoio às mais diversas iniciativas de inovação, educação, pesquisa e desenvolvimento tecnológico, além de oferecer espaço para capacitação e formação de empreendedores, gestores e professores.
O prazo de conclusão da obra do Centro de Inovação e Tecnologia de Brusque é de 12 meses.

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.