Vigilância em Saúde se mobiliza para a Campanha Nacional de Multivacinação

18 tipos de imunizantes do calendário de vacinação, além da vacina da gripe, estarão disponíveis


A partir desta sexta-feira (1°) até o dia 29 de outubro, em todo o Brasil, acontece a Campanha Nacional de Multivacinação, destinada à atualização da caderneta de vacinação de crianças e adolescentes até 14 anos de idade. Conforme o Ministério da Saúde, o objetivo é resgatar esse público que, por algum motivo, tenha deixado de tomar as vacinas que fazem parte do Calendário Nacional de Vacinação. O dia D da mobilização está agendado para 16 de outubro.

A Secretaria de Saúde de Brusque, por meio da Vigilância em Saúde, está mobilizada para que as vacinas sejam aplicadas. A diretora, Ariane Fischer, ressalta a importância das vacinas para esse público. “É para proteção e erradicação de doenças que podem ser prevenidas com a administração da vacina. A campanha é importante por isso. Permite a observação da carteira de vacinação das crianças para que fique assegurado a cada uma delas o direito de se proteger”.

Importante que os responsáveis levem a caderneta de vacina e documento com foto das crianças e adolescentes.

Publicidade

Como vai funcionar a vacinação

As vacinas serão aplicadas diariamente nas Unidades Básicas de Saúde que possuem Sala de Vacina, nos bairros Limeira Baixa, Planalto, Santa Terezinha, Santa Rita, Bateas, São Luiz, Dom Joaquim, Rua Nova Trento, Jardim Maluche, Águas claras, Ponta Russa e Paquetá, além da Policlínica Central.

Ariane ressalta, que no sábado (16), dia D de mobilização, as UBS estarão abertas das 8h30 até às 16h, nos bairros Limeira Baixa, Planalto, Santa Terezinha, Santa Rita, Bateas, São Luiz, Dom Joaquim, Rua Nova Trento, Maluche, Águas Claras, Ponta Russa, Paquetá e Guarani. A Policlínica Central completa a lista de Unidades à disposição de pais e responsáveis para a imunização.

Vacinas oferecidas

Conforme Ariane, serão oferecidas 18 vacinas que fazem parte do calendário de vacinação, além da vacina da gripe. Dentre elas, estão: BCG, Hepatite A e B, Penta (DTP/Hib/Hep B), Pneumocócica 10 valente, VIP (Vacina Inativada Poliomielite), VRH (Vacina Rotavírus Humano), Meningocócica C (conjugada), VOP (Vacina Oral Poliomielite), Febre amarela, Tríplice viral (Sarampo, rubéola, caxumba), Tetraviral (Sarampo, rubéola, caxumba, varicela), DTP (tríplice bacteriana), Varicela e HPV quadrivalente (Papilomavírus Humano).

‘Tatuagens’ temporárias para incentivar

Para o dia D, a Vigilância em Saúde recebeu da Secretaria de Estado da Saúde, tatuagens temporárias, semelhantes àquelas que vêm nos chicletes. “Os adesivos de pele temporários são uma maneira lúdica de aproximar a criança ao momento da vacinação. É um incentivo, e alivia a associação da vacina e a dor com a picada da agulha”, finaliza Ariane.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.

O Olhar do Vale é um jornal digital que traz notícias de Brusque, Guabiruba, Botuverá e  região do Vale do Itajaí.

Somos um portal de notícias dedicado aqueles que buscam informação de qualidade,  jornalismo com verdade.