UTI Neonatal do Hospital Azambuja recebe habilitação pelo Ministério da Saúde


Os dez leitos da UTI Neonatal do Hospital Azambuja receberam habilitação pelo Ministério da Saúde, por meio da Portaria nº 4.460, publicada no Diário Oficial da União,na quarta-feira, 21 de dezembro. A habilitação chega seis meses após a inauguração do serviço, ocorrida em 28 de junho deste ano. 

Segundo o diretor administrativo da instituição, Pe. Nélio Roberto Schwanke, a UTI Neonatal para o hospital e para toda região, é de capital importância. “Ela veio suprir uma necessidade muito grande nos termos de saúde. Como diretor do hospital reafirmo que é algo extremamente importante tanto para instituição, pois nos dá segurança ao trabalho que fornecemos à comunidade, quanto para a própria população, que se sente segura para o atendimento do recém-nato, não precisando buscar este serviço em outros municípios, muitas vezes distantes de onde mora. Nós nos alegramos com a notícia desta habilitação pelo Ministério da Saúde, pois isto comprova que ao longo de seus 120 anos de caminhada, o Hospital Azambuja vem a cada ano, indo em frente, apostando em novos e significativos serviços de saúde para atender a população”, ressalta Pe. Nélio.

Para o secretário de Saúde de Brusque, Dr. Osvaldo Quirino de Souza, a implantação da UTI Neonatal e agora sua habilitação, mostra a grande mobilização da população brusquense, dos empresários, da direção do hospital e dos órgãos públicos, para a concretização do serviço. “É com grande satisfação que recebemos a notícia de mais esta conquista para o Hospital Azambuja, que nos dois últimos anos deu um grande salto de qualidade, conquistando habilitação para cirurgia bariátrica, instalando a Hemodinâmica, a UTI Neonatal, Pronto Socorro para gestantes, Pronto Socorro Pediátrico 24 horas, mais dez leitos de UTI Geral Adulto, coisas fantásticas. Agora, a efetivação da UTI Neonatal vem coroar uma série de conquistas do hospital, com êxito dessa administração em parceria muito grande com o município, com a Secretaria Municipal de Saúde e também com a Secretaria de Estado da Saúde”, enfatiza. 

Publicidade

O secretário lembra ainda que a instalação da UTI Neonatal só foi possível diante de um convênio firmado com a Secretaria de Estado da Saúde em junho deste ano, que financiou o serviço nesses primeiros seis meses. “O futuro dessa UTI estava incerto, até mesmo pela troca de governo no Estado, teria que haver negociações para poder manter o serviço, mas felizmente no dia de hoje, fomos contemplados com a notícia de que o Ministério da Saúde aprovou nossa UTI Neonatal, seus dez leitos, em caráter definitivo. Isso é uma grande conquista para a população brusquense e para toda Santa Catarina, pois nossa UTI não servirá apenas para a cidade de Brusque, mas para toda nossa região e às vezes, na falta de leitos, para pacientes de outras regiões do Estado”, complementa.

O gestor hospitalar Gilberto Bastiani ressalta que esta habilitação é uma conquista de todos. “Ela só foi possível com o envolvimento de muitas pessoas e deixo aqui o agradecimento à Secretaria Municipal de Saúde, Secretaria de Estado da Saúde, deputados e senadores que apoiaram e ao Ministro Marcelo Queiroga pela visão da importância do serviço para nossa região. Temos hoje uma UTI Neonatal referência no Estado, com equipamentos modernos e que, futuramente, receberá um espaço ainda melhor, na nova Torre que estamos construindo”, revela.

A Portaria nº 4.460 habilitou leitos de UTI Neonatal de outros seis municípios, além do Hospital Azambuja: Hospital Regional São Paulo (Xanxerê) de Santa Catarina, dois hospitais do Amapá, um do Maranhão, um do Espírito Santo e um de Goiás. Os recursos serão repassados pelo Bloco de Manutenção das Ações e Serviços Públicos de Saúde – Grupo de Atenção Especializada, mensalmente aos hospitais, através dos Fundos Estaduais e Municipais de Saúde.

Estrutura

A UTI Neonatal do Hospital Azambuja conta com estrutura para serviço de lactário, mais áreas de apoio das equipes assistenciais. Está instalada no primeiro pavimento do hospital, em área próxima à UTI Geral Adulto. Futuramente, a UTI Neonatal será alocada na nova Torre do Hospital Azambuja, que também teve sua construção contemplada por convênio com o Governo do Estado neste ano. 

Os equipamentos necessários para a instalação da UTI Neonatal, foram adquiridos por meio de uma emenda parlamentar no valor de R$ 2,7 milhões, encaminhada pelo então deputado estadual e médico Serafim Venzon, em seu último ano de mandato (2018). Trata-se de itens como respiradores, monitores, incubadoras, ultrassom e raio-x portáteis, entre outros, todos de alta tecnologia, para atender da melhor forma os recém-nascidos.

A UTI Neonatal recebe o nome da senhora Maria Ogliari Venzon, em homenagem à saudosa mãe do Dr. Serafim Venzon, como forma de agradecimento pelos esforços feitos por ele em prol dos recursos para aquisição dos equipamentos do espaço, que representa uma conquista a toda população.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.