Trigêmeos de família de Criciúma recebem alta do Hospital

Victor, Vitor Hugo e Valentim receberam alta médica e já estão em casa com a família;

Foto: Doli Tomiozzo – DS Fotos

Os trigêmeos Victor, Vitor Hugo e Valentim que nasceram na manhã de 12 de julho, no Hospital Azambuja e precisaram de internação na UTI Neonatal da instituição, receberam alta médica na quarta-feira, 28 de julho e já retornaram para Criciúma com os pais Aline da Silva Costa, 28 anos, e Elisandro Antunes, 32 anos.
Aline teve os bebês em Brusque diante da disponibilidade de três leitos de UTI Neonatal, sendo encaminhada ao Hospital Azambuja pela Central de Regulação do Estado. Os trigêmeos nasceram de 33 semanas e seis dias.


O parto de Aline foi realizado pelo médico Dr. Getúlio de Almeida, que atua há mais de 40 anos como obstetra. O primeiro bebê a nascer foi Vitor Hugo, com 2,090kg e 46 centímetros, às 8h03. Em seguida veio Victor, com 2,100kg e 47 centímetros, às 8h05. Já Valentim nasceu com 2,270kg e 48 centímetros, às 8h09.


A mãe Aline conta que os meninos estão bem e que agora a família está completa. “Fomos muito bem recebidos no Hospital, por todos os profissionais, desde o pessoal da limpeza, enfermeiras, médicos, só temos a agradecer. Fizemos amizades com muitas pessoas e foi uma experiência para a vida. Agora vamos trabalhar para garantir o futuro da nossa turminha”, revela.
Antes de retornarem à Criciúma, os bebês foram presenteados com um ensaio NewBorn da fotógrafa Doli Tomiozzo (DS Fotos). Com temática de super-heróis e ursinhos, Victor, Vitor Hugo e Valentim tiveram sua passagem por Brusque eternizada sob o olhar de Doli.

Publicidade


“Quero agradecer todos os presentes e doações que recebemos ainda no hospital, a todos que doaram através da ‘vakinha’ e à Doli, pelo ensaio lindo”, complementa Aline.

Inauguração recente


A UTI Neonatal do Hospital Azambuja foi inaugurada no dia 28 de junho e recebeu o primeiro bebê no dia 4 de julho. Toda a estrutura foi preparada em menos de 30 dias, tempo recorde, atendendo solicitação da Secretaria de Estado da Saúde. Os equipamentos necessários para a instalação da UTI Neonatal, foram adquiridos por meio de uma emenda parlamentar no valor de R$ 2,7 milhões, encaminhada pelo então deputado estadual e médico Serafim Venzon, em seu último ano de mandato (2018). A estrutura é custeada pelo Governo do Estado até dezembro deste ano, no valor de R$ 5 milhões. Paralelo a isso, o Hospital já busca o credenciamento do serviço junto ao Ministério da Saúde, para continuidade dos trabalhos.


De acordo com o gestor do Hospital Azambuja, Gilberto Bastiani, a instalação da UTI Neonatal já estava nos planos da instituição, a princípio anexa à nova torre que terá suas obras iniciadas neste segundo semestre de 2022. “Atendemos o pedido do Governo do Estado para instalação antecipada da UTI Neonatal, diante da alta procura por leitos de tratamento intensivo. Ficamos satisfeitos em poder oferecer este serviço à população, às famílias como a de Aline e dos demais bebês, que necessitam de tratamento. Estamos contentes porque agora podemos receber as pacientes de Brusque, que precisavam sair da cidade para ganhar seus bebês, por não ter disponível leitos de UTI Neonatal aqui. Hoje, a UTI Neonatal já é realidade em Brusque, no Hospital Azambuja”, complementa.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.

O Olhar do Vale é um jornal digital que traz notícias de Brusque, Guabiruba, Botuverá e  região do Vale do Itajaí.

Somos um portal de notícias dedicado aqueles que buscam informação de qualidade,  jornalismo com verdade.