Seleção brasileira feminina de vôlei disputa torneio olímpico com a presença da catarinense Rosamaria

rosa maria volei
Rosamaria em ação pela seleção brasileira de vôlei — Foto: Gaspar Nóbrega/COB

A Confederação Brasileira de Vôlei divulgou nesta sexta-feira, 5, a lista de convocadas da seleção feminina para as Olimpíadas de Paris e que conta com a presença da catarinense de Nova Trento, Rosamaria Montibeller. Esta será a segunda edição de Olimpíadas da carreira da atleta, que participou da campanha do vice-campeonato e resultou na medalha de prata edição de Tóquio em 2021.

Rosamaria Montibeller, atualmente com 30 anos, defende a seleção brasileira desde o ano de 2015 e neste período uma grande história foi construída no vôlei internacional. Foram três títulos de campeonato sul-americano (2017, 2021 e 2023), campeã do Grand Prix em 2017, dois vice-campeonatos, entre outros resultados expressivos.

Tabela

Publicidade

A seleção brasileira de vôlei feminino está no grupo B das Olimpíadas de Paris e na primeira fase irá enfrentar as seleções do Japão, Quênia e Polônia. Participam do torneio 12 seleções divididas em três grupos onde as duas melhores seleções de cada chave e os dois melhores segundo colocados avançam para a fase quartas de final.

História

Rosamaria de 30 anos é natural do município de Nova Trento na Grande Florianópolis e defende  o Denso Airybees do Japão. 

O município de Nova Trento é inspirado em uma das regiões da Itália mais tradicionais no vôlei e a atleta catarinense evoluiu bastante rápido chegando a seleção brasileira juvenil no ano de 2010 quando conquistou o título do campeonato sul-americano infanto-juvenil. Pouco depois, o ataque bastante poderoso de Rosa, como é conhecida a atleta, chamou a atenção do cenário nacional da modalidade e foi contratada pelo São Caetano, clube pelo qual se profissionalizou em 2011. 

No vôlei profissional brasileiro, Rosamaria permaneceria ainda até o ano de 2019 passando por outras equipes como Campinas, Esporte Clube Pinheiros, Minas Tênis Clube e Dentil Praia Clube. 

A chegada ao cenário internacional do vôlei  foi  no ano de 2019 onde passou quatro anos atuando na Itália e passando por equipes como Bartoccini Perugia, Pomi Casalmaggiore,  Igor Gorgonzola Novara e Unet E-Work Busto Arsizio, até a chegada ao Japão no ano de 2023, clube que defende até a atualidade.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.