Reunião no Sindilojas de Brusque discute a mobilidade regional


Uma reunião com diversas autoridades de Brusque, Itajaí, Gaspar, Guabiruba e Botuverá e, representantes do Governo e da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, discutiu a situação da mobilidade urbana regional. Em foco, as rodovias Antônio Heil (SC-486), Ivo Silveira (SC-108) e Gentil Batisti Archer (SC-108) que ligam Brusque à Itajaí, Gaspar e São João Batista/Nova Trento, respectivamente.

O encontro que foi promovido pelo Sindicato do Comércio Varejista e Atacadista de Brusque, Guabiruba e Botuverá (Sindilojas), em parceria com a CDL e a ACIBr e contou com a presença do prefeito Ari Vequi, que fez reivindicações ao Secretário de Estado da Infraestrutura, Thiago Vieira.

“O secretário Thiago esteve em Brusque e novamente se comprometeu com aquilo que já estamos tratando há muito tempo: a duplicação da Ivo Silveira, as alças da BR 101 com a Antônio Heil e, nós pedimos também a terceira pista da SC-108, ligação com São João Batista e Nova Trento. Este último projeto ainda não existe, mas ele confirmou que as duas primeiras obras estão garantidas para serem iniciadas ou licitadas até o final do ano”, diz o prefeito Ari Vequi.

Publicidade

O presidente do Sindilojas, Marcelo Gevaerd, destacou a presença de várias entidades regionais que auxiliaram nos pedidos de uma melhor infraestrutura na mobilidade regional. “O encontro e o debate com os representantes estaduais é de extrema importância para nossa região. Há tempo aguardamos por estas melhorias e esperamos que a mobilização surta efeito na esfera estadual”, analisa Gevaerd.

Já o Secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, comenta que a maior dificuldade hoje nas execuções das obras são os projetos e alguns trâmites burocráticos. “No caso das alças da Antônio Heil e a BR 101, estamos finalizando em parceria com a prefeitura de Itajaí a transferência de oito famílias nas áreas que serão desapropriadas para então, começar as obras. Na Ivo Silveira é a readequação do projeto inicial, que precisou ser adaptado a nova realidade. Porém, nossa expectativa é estas obras devem ser licitadas ainda em 2021”, garante o Thiago Vieira.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.