PROFESSOR, MAS PODE ME CHAMAR DE DESIGNER DE CONTEÚDO!


Há vários fatores atuando sobre a Educação e provocando mudanças que ainda não sabemos avaliar com segurança. Dentro de dois anos, em 2016, teremos a primeira geração do século XXI começando a frequentar as Universidades. Presume-se um acadêmico, absolutamente, digital. As crianças de hoje, desde a mais tenra idade, acostumam-se a operar no meio eletrônico com naturalidade, gerando modificações em seus cérebros que a ciência, através da neurociência, começa a estudar. Há escolas nos Estados Unidos abolindo a escrita cursiva e ensinando desde cedo seus alunos a manejarem o teclado físico ou virtual. Novamente, que áreas do cérebro deixarão de ser acionadas? Que áreas serão desenvolvidas a partir das mudanças?

E, o professor? Agente de mudanças, introdutor de novas tecnologias em sala de aula, catalisador de um processo de mudanças que irá gerar o profissional do século XXI! Profissional, que está sendo preparado para profissões que não sabemos quais serão, para lidar com tecnologias que ainda não foram inventadas e para resolver problemas que sequer imaginamos possam existir.

Em sua grande maioria nossos professores, em todos os segmentos, ainda são profissionais formados no século passado, com raciocínio analógico, quando muito analógico-digital, experientes na velha economia, da economia de escala, da economia que tratava seus profissionais como recursos e, os chama, ainda, de mão de obra. Este professor terá que passar por mudanças radicais. Com o advento da comunicação digital o acesso ao conteúdo do que precisamos saber foi simplificado; todo o conhecimento do mundo está disponível a quem quiser adquiri-lo.  Basta vontade e determinação para consegui-lo.

Publicidade

O professor que fará a diferença na Educação será, com certeza, o que souber preparar o conteúdo das disciplinas de maneira a despertar nos alunos/acadêmicos a vontade de aprender. Por isso a denominação Designer de Conteúdo! Como tornar palatável o que terá que ser compreendido e incorporado como novo padrão de conhecimento? Como tornar um conteúdo pesado, mas necessário, em algo atraente e divertido?  Este é o novo e enorme desafio! Sejam bem vindos ao século da inteligência, da economia tecnológica, do planejar e organizar, do produzir mais com menos, do produzir sem destruir. Ao novo professor, ou melhor, Designer de Conteúdo desejo muito sucesso na nova empreitada.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.

O Olhar do Vale é um jornal digital que traz notícias de Brusque, Guabiruba, Botuverá e  região do Vale do Itajaí.

Somos um portal de notícias dedicado aqueles que buscam informação de qualidade,  jornalismo com verdade.