Presidente do TRE-SC sai em defesa da Justiça Eleitoral


Ao abrir a sessão plenária desta segunda-feira (12), o presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC), desembargador Fernando Carioni, defendeu a história da Justiça Eleitoral catarinense e brasileira.

“Registro a minha mais absoluta confiança no seleto quadro de servidores, colaboradores, magistrados e promotores de justiça que construíram e mantém viva a chama do bem servir deste ramo especializado do Poder Judiciário”, declarou.

O presidente da Corte ressaltou a necessidade de preservar a autonomia das instituições, a qual considera de “importância vital, contínua e permanente, independente de quaisquer cenários políticos”.

Publicidade

Por fim, o desembargador Fernando Carioni lembrou que “somos mais do que máquinas, sistemas e tecnologia”, ao manifestar seu respeito e confiança a todos da Justiça Eleitoral.

Coptrel  

A Nota de Solidariedade emitida pelo Colégio de Presidentes dos Tribunais Regionais Eleitorais do Brasil (Coptrel) ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, também foi lida pelo desembargador aos demais juízes e juíza do TRE-SC.

A Nota manifesta irrestrita solidariedade ao presidente do TSE, nos termos da sua respeitável Nota Oficial endereçada à Imprensa, bem como demonstra a contrariedade dos TREs a quaisquer manifestações que maculem à autonomia das Instituições Eleitorais, ao Princípio Republicano e ao “Estado Democrático de Direito”.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.