Prefeitura de Brusque não vai prorrogar vencimento do IPTU


A prorrogação dos vencimentos de IPTU para 60 dias, por mais que no momento atual possa parecer medida justa e cabível, sofre pela problemática do Registro Bancário das Guias já emitidas. Essa é a afirmação da prefeitura de Brusque, que não vai prorrogar o prazo de vencimento do IPTU.

Todos os contribuintes que já emitiram suas guias para pagamento seja em casa, seja na prefeitura, precisarão emitir novas guias para pagamento.

Caso os contribuintes paguem as guias antigas elas não baixarão o tributo, e serão planilhadas como “não alocados”, correndo o risco, inclusive, de possível inscrição em dívida ativa, gerando um problema ao contribuinte e um provável passivo ao município.

Publicidade

Esses pagamentos não são possíveis de identificação pela Prefeitura de Brusque e o contribuinte necessitará procurar a SEFAZ com comprovantes de pagamento para podermos identificar a operação paga e efetuar a baixa manual dos tributos, ato que também causa descompasso nos registros contábeis da Prefeitura.

A prefeitura afirma que ainda  lida com a situação de que muitos  contribuintes não se adaptaram com a sistemática de emissão de boletos online, podendo ocorrer de que quando abrirmos novamente as portas da prefeitura teremos novo grande influxo de pessoas (especialmente a população no Grupo de Risco) para o espaço confinado do balcão de atendimento.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.