PM detém suspeitos de furto, mas Civil libera por falta de provas

Foto: Wilson Schmidt Junior -

Foto: Wilson Schmidt Junior -
Foto: Wilson Schmidt Junior –

Brusque – O furto de dois aparelhos de telefone celular mobilizou o trabalho das equipes de radiopatrulha e, também, da Rocam (Rondas Ostensivas com o Auxílio de Motocicletas) do 18º Batalhão de Polícia Militar (18º BPM) de Brusque, durante a noite desta terça-feira, 17 de maio. De acordo com as informações levantadas pela reportagem de Olhar do Vale (ODV), duas pessoas acabaram sendo detidas pelas guarnições, sendo que uma delas foi, inclusive, reconhecida pelas vítimas, uma mulher de 41 anos de idade e um rapaz de 21.

A mulher teve o seu celular furtado nas imediações da Rua Gustavo Halfpap, enquanto que o garoto teve levado o seu eletrônico na Rua Vinte e Cinco de Julho, no Bairro Limoeiro. Supostamente, o mesmo autor fugiu em uma motocicleta, em companhia de um comparsa que não foi encontrado pelos policiais. A moto, porém, foi apreendida posteriormente em posse de uma pessoa que aparentemente nada tinha a ver com a situação. Esta pessoa declarou que havia pedido o veículo emprestado ao verdadeiro participante dos crimes, que não foi mais encontrado.

Após todo o procedimento feito pelos militares, a autoridade policial de plantão acabou liberando ambos os suspeitos, mesmo o que foi reconhecido, por falta de materialidade. Por isso, a reportagem de ODV optou por não divulgar os nomes dos envolvidos, tampouco suas fotos.

Foto: a moto utilizada no crime -
Foto: a moto utilizada no crime –
Publicidade

por Wilson Schmidt Junior

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.