Operação prende homem por armazenar conteúdo de abusos sexuais infanto-juvenil em Brusque

Foto: Policia Civil

A Polícia Civil de Santa Catarina, por intermédio da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática – DRCI, com apoio da Divisão de Investigação Criminal – DIC de Brusque e Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, a Mulher e ao Idoso – DPCAMI de Brusque, participou da operação “Bad Vibes”, a fim de reprimir a prática de delitos relacionados ao armazenamento e comercialização de conteúdo de abuso sexual infanto-juvenil.

A operação é coordenada pelo Laboratório de Operações Cibernéticas do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

A ação teve como ponto de partida informações oriundas da agência Homeland Security Investigations – HSI da Embaixada dos Estados Unidos em Brasília.

Publicidade

Posteriormente, as investigações foram conduzidas pelas polícias judiciárias estaduais, resultando na expedição de 36 mandados de busca e apreensão e 5 de prisão temporária.

Em Santa Catarina foram cumpridos mandados de busca em Campo Belo do Sul, Palhoça e Brusque, este último no Bairro Thomaz Coelho, resultando em prisão em flagrante, uma vez que o investigado tinha um vasto conteúdo (imagens e vídeos de abusos sexuais infanto-juvenil) em seus dispositivos.

Após os procedimentos policiais, realizados na DIC de Brusque, o homem será encaminhado ao Presídio Regional de Brusque.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.