Operação da PF aprende eletrônicos importados em Brusque

A investigação foi iniciada após a identificação de pessoas físicas e jurídicas que estariam comercializando celulares em perfis nas redes sociais;

Foto: Divulgação PF

 A Polícia Federal, com o apoio da Receita Federal, deflagrou nesta terça-feira, 24/10, uma operação para combater a comercialização de produtos eletrônicos internalizados no país, por descaminho – sem os devidos recolhimentos dos tributos legais. Na ação de hoje, estão sendo cumpridos quatro mandados de busca e apreensão em endereços residenciais e comerciais nas cidades catarinenses de Blumenau e Brusque.

A investigação foi iniciada após a identificação de pessoas físicas e jurídicas que estariam comercializando, em perfis nas principais redes sociais, telefones celulares introduzidos clandestinamente no Brasil.

Um dos perfis informa que efetua vendas on-line desde 2019, já tendo realizado mais de quatro mil vendas.

Publicidade

Os investigados responderão pela prática dos crimes de contrabando e descaminho, podendo ser condenados a penas máximas de cinco anos de reclusão.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.