“O Samae se tornou o grande desafio dessa gestão”, diz novo Diretor-Presidente William Molina

Em entrevista exclusiva ao Olhar do Vale, Molina abriu o jogo sobre possíveis mudanças no Samae, o pedido de exoneração de Luciano Camargo e a exoneração feita pela prefeitura do diretor-geral Cleiton Bittelbrunn

Foto: Divulgação

Conforme já noticiado em primeira-mão pelo Olhar do Vale, o Secretário da Fazenda e Gestão Estratégica da Prefeitura de Brusque, William Molina vai assumir o cargo de Diretor-Presidente do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae). Isto porque Luciano Camargo pediu exoneração do cargo. Molina vai assumir a autarquia em 1º de abril e acumulará as duas funções: a de secretário municipal e a de diretor-presidente do Samae.

Molina recebeu a reportagem do Olhar do Vale para uma entrevista e abriu o jogo sobre os assuntos relacionados ao Samae que já vem de longa data, como as denúncias de suposto esquema de rachadinha e, mais recentemente, suposto tráfico de drogas dentro da autarquia, fato este que ainda está sendo apurado. Além disso, informou em primeira-mão que o diretor-geral Cleiton Bittelbrunn também foi exonerado.

Molina reconheceu o fato de o Olhar do Vale ser o primeiro a buscar informação sobre seu novo cargo: Confira a entrevista:

Publicidade

Olhar do Vale: Quais os principais fatos que levaram a essa mudança na direção do Samae?

William Molina: Bem, primeiramente dizer que você foi a primeira pessoa que me procurou já na quinta-feira (24) sobre essa situação. Desde lá, eu venho analisando muito toda essa situação que aconteceu, o problema todo que nós tínhamos pra resolver e a solução proposta pelo nosso líder, o prefeito Ari Vequi, a gente percebeu que era uma hora de mudanças que a gente precisava de alguma forma entender melhor o processo né, e eu na quinta-feira havia lhe pedido um prazo até final de semana pra colocar em ordem as minhas perspectivas e também a questão aqui da Secretaria da Fazenda e de Gestão Estratégica que a gente tem muitos compromissos, razão pelo qual eu disse que a partir de hoje (28) eu estaria conversando com a imprensa, mas essa é a primeira entrevista.

Olhar do Vale: O pedido de exoneração do agora ex-diretor, Luciano Camargo, foi provocado?

William Molina: Sempre quando eu falo sobre administração pública, eu afirmo que a instituição está em primeiro lugar. Nós temos hoje o Samae, que é uma instituição consolidada, presta um excelente serviço a nossa comunidade na questão da água que é fundamental para a saúde pública e para todas as questões e instituição. Samae é maior do que qualquer diretor-presidente, do que qualquer pessoa que possa transitoriamente estar passando como gestor daquela instituição, então que que estava acontecendo? Nesses últimos tempos havia uma diversidade de informações, denúncias e outras coisas que vieram a público através da imprensa, funcionários que estão descontentes no Samae que acabam provocando também esse tipo de situação e que foi naturalmente desgastando a figura do atual presidente, que aliás tem feito excelente trabalho, nós não temos tido grandes faltas de água no município, a água tem ido limpa para as residências, não tem ido aquela água suja e isso é consequência de um grande trabalho que vem sendo realizado pela equipe técnica do Samae. No entanto, a figura do presidente, que foi alvo de denúncias, alvo em relação aos próprios servidores por conta de um processo seletivo, então isso tudo veio desgastando a figura do presidente e ele também entendeu dessa forma tanto que nos procurou mesmo período de férias e disse que o Samae é maior do que eu não posso colocar a minhas brigas pessoais, as minhas situações a frente dos Samae. Então, em respeito a instituição que o Luciano Camargo realmente decidiu por essa situação. Diante disso, obviamente que o prefeito tinha que tomar alguma decisão tinha que tomar decisões fortes que a gente pudesse então é tomar conta dessa situação pra gente reverter esse quadro e trazer o Samae novamente a figura que merece, a instituição que representa pra que a gente possa dar continuidade a nossa gestão.

Olhar do Vale: O Samae já vem há tempo sofrendo denúncias, seja a denúncia de rachadinha e mais recentemente denúncias até de tráfico de drogas e o próprio procurador do município, em entrevista ao Olhar do Vale, confirmou que áudio em que diz que o “Samae está virado em um chapéu velho”. E tudo isso aponta para um partido, que tem a maioria dos cargos do Samae. Por que este partido não é afastado da administração pública?

William Molina: Eu vejo da seguinte forma: Talvez eu vá vou confundir um pouco na questão de expressar a minha opinião e também que represento hoje um Secretário de Governo mesmo que ainda da Fazenda e da Gestão Estratégica em relação a isso tudo. A denúncia da rachadinha desde quando chegou os primeiros indícios nas primeiras conversas sobre isso foram apurados aqui pela procuradoria juntamente com a comissão processante. Foram mais de seis meses de entrevistas de busca das testemunhas e não se concretiza materialmente essas provas, existem as desinformações muitas vezes por questões pessoais né nós sabemos de pessoas que tiveram uma ligação muito próxima com esse partido, que acabasse de mencionar, que imagino que seja o Democratas (atual PTB), que fez parte da composição na época que elegeu o prefeito Ari. Então todas essas denúncias são apuradas. O próprio Ministério Público através de formas legais buscou materializar essas denúncias em provas e até agora não se concretizou. O Ministério Público arquiva, o Ministério Público não encontra os culpados, não pune. A procuradoria não aponta diretamente os culpados, há suposições e seria muito errado da nossa parte de tomar decisões baseado em denúncias falsas, principalmente porque pra mim nessa situação há uma certa preocupação em desestabilizar o governo através de fomentar brigas internas. Hoje os nossos adversários que foram na eleição como o PODEMOS, o PT, os outros partidos que tiveram candidatos foram oposição na eleição, não estão tendo argumentos para tentar críticas ou derrubar o nosso governo, que naturalmente isso poderia acontecer. Então, para que essa coisa perca força, para que nosso governo não não tem essa coalizão que teve desde o início, há essas situações para tentar desestabilizar o nosso governo, então dessa forma eu acredito que nós temos que ser muito inteligentes nessas questões para analisar o que é falso, o que é verdadeiro e tomar as decisões que cabe ao governo. Não é porque eu acuso fulano de determinado problema que aquela pessoa passa ser culpada , ela vai ser investigada e volto a repetir pra terminar essa pergunta que foi direta. No caso das rachadinhas, houve um processo de investigação tanto na prefeitura quanto no Ministério Público e não há uma conclusão de que há processo de rachadinha na prefeitura. Então pra mim isso é uma denúncia van, uma denúncia que tenta prejudicar o governo e que nós obviamente vamos atender a conclusão tanto do Ministério Público quanto da Procuradoria.

Olhar do Vale: Além da rachadinha, tivemos as recentes denúncias que foram acatadas em parte pelo Ministério Público. Na sua opinião, o Samae precisa ou não de uma moralização?

William Molina: Com certeza que precisa, a instituição Samae tem uma credibilidade junto a nossa sociedade que precisa ser no mínimo mantida porque a responsabilidade da instituição Samae é hoje fundamenta. Nós temos, como eu disse antes, a qualidade da água é saúde pública e nós temos que estar em primeiro lugar preocupados com isso. Na questão dessa investigação, todas as denúncias serão rigorosamente investigadas, todas elas. A última denúncia sobre a circulação de drogas ilícitas também vai ser apurada, inclusive já foi conversado com a polícia militar através de seu comandante. Vai ser feito sim uma força tarefa neste primeiro momento pra que a gente possa apurar todas essas denúncias. Essa questão da prova, que a pessoa diz que recebeu um gabarito, se ela recebeu o gabarito, porque não gabaritou a prova?

Olhar do Vale: Além da Secretaria da Fazenda e Gestão, você passa a assumir o Samae. Como fica essa questão no ponto de vista legal e remuneração?

William Molina: Essas funções acumuladas só podem ser realizadas quando não são remuneradas.. Esse trabalho que farei no Samae a partir de 1º de abril será pró-bonu. Eu não vou receber nenhuma remuneração por participar da gestão do Samae durante esse período, tenho certeza que as pessoas é que nos acompanham, as pessoas que sabem do nosso trabalho, nós estamos fazendo isso porque nós temos uma responsabilidade perante a nossa comunidade. Quando o Ari foi eleito prefeito com o tema de transparência de uma gestão honesta, uma gestão que mostrasse para a comunidade que é possível fazer política de forma diferente do que toda a população já estava meio que acostumada a encontrar. Nós estamos demonstrando isso, nós estamos fazendo isso, quero dizer que nós não somos perfeitos, nós também cometemos erros como qualquer cidadão, como qualquer gestor, tanto na iniciativa privada quanto na pública, mas nós vamos dar o melhor que nós temos vamos colocar todo nosso conhecimento em prática pra que a gente possa retomar a as atividades do Samae de forma mais transparente possível. O Samae é onde nós temos o maior número de servidores efetivos e principalmente servidores que estão há bastante tempo executando essas tarefas, de 20, 30 anos e seria muito importante a gente valorizar essas pessoas. O respeito que a gente tem por essa construção de anos de trabalho e não podemos trazer o nome da autarquia para essa situação obscura. Temos que defender esses servidores que se dedicam durante toda uma vida. Esses servidores estão sendo colocados na mesma cesta que aqueles que estão fazendo coisas erradas. O Samae é uma instituição saudável financeiramente e falta agora colocarmos essa gestão de forma transparente.

Olhar do Vale: Quanto tempo você ficará a frente do Samae?

William Molina: O prefeito conversou comigo para fazer um diagnóstico da atual situação da autarquia, no aspecto financeiro e administrativo, nas questões de gestão e procedimentos, ou seja, tudo no que tange a gestão pública. Essa é a minha área, é o que eu sei fazer. Ali tenho autonomia e capacidade e tenho certeza que vamos seguir adiante. Em relação a prazos , a gente não determinou. No entanto, uma vez que conseguirmos atingir nossos objetivos, a gente faz a definição final. Vai depender do prefeito. Acredito que pelo menos até o fim do ano a gente vai trabalhar em forma conjunta para resgatar a credibilidade do Samae.

Olhar do Vale: Então podemos afirmar que o Samae passa a partir de agora por uma auditoria?

William Molina: É, nós estamos fazendo um levantamento de dados e todas as informações coletadas a partir de documentos, como está em cima da minha mesa, desde os balancetes até a questão estrutural , o organograma do Samae, as ações que são realizadas por cada um dos servidores. Nós também tivemos uma denúncia em relação a folha de pagamento, que haveriam algumas distorções , alguns entendimentos da questão legal de forma diferente e para isso nós tivemos a troca do Diretor-Geral do Samae, que era o Cleiton Bittelbrunn, pela diretora de RH da prefeitura, então estou nomeando a Ana Elise como diretora-geral do Samae para que ela possa dentro dos recursos humanos, eu ter uma pessoa de confiança para realizar o trabalho e fazer as alterações necessárias. Também quero esclarecer outro boato de que o Cleiton foi nomeada pelo Pastor Gilmar e não sairia do Samae. Isso é uma inverdade. O pastor não tem qualquer relacionamento com o Cleiton, tanto é que na denúncia disseram que ele era intocável, mas foi exonerado. Também não é nada pessoal, mas precisamos de pessoas técnicas que possam fazer parte desse processo de mudança.

Olhar do Vale: Você tem um status na prefeitura de quase como um primeiro ministro, tirando o prefeito e o vice, você é a figura mais importante da administração no que se refere a tomadas de decisão. Já ocupa um cargo de responsabilidade que é a Secretária da Fazenda e Gestão e agora vai dirigir o Samae. Você terá tempo para realizar um trabalho com foco na autarquia?

Williann Molina: É uma pergunta muito importante, bastante inteligente. Quando houve essa situação, obviamente para que eu pudesse aceitar, foram feitas algumas avaliações nesse sentido. A Secretaria da Fazenda, nós traçamos um planejamento desde o começo do mandato do prefeito, nós executamos esse planejamento dividido em metas e colocamos pessoas extremamente capacitada em cada uma das áreas. Na Secretaria da Fazenda hoje eu tenho o Guilherme Ouriques, que é o nosso principal diretor da pasta e uma equipe extremamente competente de auditores fiscais. Nós temos em andamento vários projetos que já estão encaminhados como é o caso do geoprocessamento com a Camila, é uma das propostas nossas de grande diferencial. Voltando a sua pergunta: Na Fazenda está tudo organizado, então esse acompanhamento vou delegar ao Guilherme, que estará reportando semanalmente as atividades onde estaremos acompanhando para que as coisas não parem, mas estará muito bem direcionado. Na Secretaria de Gestão Estratégica nós temos uma equipe que o nosso diretor-geral é o Thomas e ali nos apontamos todos os procedimentos vinculados à Secretaria de forma ampla. Nós temos ali o Brusque 2030, que é o maior planejamento e crescimento em infraestrutura e investimentos da nossa cidade para os próximos dez anos, onde ali se concentram todas as grandes obras que serão realizadas e são executadas por várias secretarias. Então, eu me sinto muito tranquilo para que nos próximos meses , até o final do ano, a gente tenha essas duas secretarias muito bem encaminhadas e vou me didicar com muito mais afinco com o Samae que hoje é o que demanda de mais atenção. Vou ficar muito mais tempo no Samae do que na prefeitura. 90% do meu tempo serão dedicados ao Samae e aqui na prefeitura a coisa vai muito bem, obrigado. Todas as nossas contas estão sendo pagas em dia, o nosso caixa tem um superávit razoável para que a gente banque as nossas despesas com fornecedores até o fim do ano. Não há preocupação do prefeito com essa questão. O Samae se tornou o grande desafio da gestão nesse ano, mas acredito com muita fé em Deus e com a nossa competência, com a nossa dedicação, que nós seremos iluminados para que a gente consiga bons resultados.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.