Vereadores recebem na Câmara membros da Associação de Pais, Profissionais e Amigos dos Autistas

Principal demanda da AMA foi a necessidade de criação de centro especializado para acompanhamento de pessoas com TEA

Reunião entre vereadores e representantes da AMA ocorreu nesta segunda-feira (26), no plenário do Poder Legislativo. Foto: Matheus Muller/Câmara Brusque
tag saúde brusque

Membros da Associação de Pais, Profissionais e Amigos dos Autistas de Brusque e Região (AMA) participaram de uma reunião com parlamentares no plenário da Câmara Municipal na noite desta segunda-feira, 26 de abril. O encontro foi de iniciativa da vereadora Marlina Schiessl (PT), no qual também participaram os parlamentares Alessandro Simas (DEM), Deivis Jr. (MDB), Jean Dalmolin (Republicanos) e Natal Lira (DC).

Segundo informações da presidente da instituição, Guédria Motta, uma das principais necessidades da organização, que não possui sede própria, é o estabelecimento de um centro especializado para atendimento de autistas em Brusque. Na ocasião, ela explicou a importância de iniciativas como esta para acompanhamento e realização de terapias exclusivas para o desenvolvimento destas pessoas, um trabalho mais específico do que o executado em Associações de Pais e Amigos de Excepcionais (APAEs), como exemplificou.

Os convidados solicitaram apoio aos vereadores, no sentido de estreitarem laços entre a AMA e administração pública quanto à causa. Motta ainda reforçou que a criação de um centro especializado seria um meio de propiciar o acesso de famílias que não têm recursos financeiros para estas necessidades, como uma forma de inclusão.

Publicidade

O Projeto de Lei Ordinária nº 02/2021 que propõe que laudos e perícias médicas que atestam o Transtorno do Espectro Autista (TEA) tenham validade de cinco anos foi um dos temas discutidos. A proposição foi posteriormente aprovada por unanimidade, em primeira votação, na sessão ordinária desta terça-feira, 27. Caso seja aprovada em segunda votação e sancionada pelo Poder Executivo, tornando-se lei, a medida deve contribuir com os autistas e seus familiares, uma vez que este documento é solicitado todos os anos por escolas, empresas e órgãos públicos, para que sejam assegurados seus direitos e benefícios previstos por lei.

Os relatos dos representantes da organização culminaram no pedido de criação de uma política pública para atendimento do transtorno no âmbito municipal. Ainda na sessão desta terça-feira, o vereador Deivis Jr. formalizou, por meio do Requerimento nº 39/2021, o envio de um anteprojeto de Lei ao Poder Executivo, para instituição em Brusque de uma Política Pública para garantia, proteção e ampliação dos direitos das pessoas com TEA e seus familiares.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.
Olhar do Vale

O Olhar do Vale é um jornal digital que traz notícias de Brusque, Guabiruba, Botuverá e  região do Vale do Itajaí.

Somos um portal de notícias dedicado aqueles que buscam informação de qualidade,  jornalismo com verdade.