Transporte coletivo deve voltar em 8 de junho e aulas em 3 de agosto

Informação foi dada pelo governo do estado na manhã deste sábado (30)


O prefeito de Brusque, Jonas Paegle, participou na manhã de sábado (30) de uma webconferência com representantes do governo do Estado, chefes do Executivo das 15 maiores cidades catarinenses e presidentes de entidades. O tema em debate foi a descentralização e regionalização das Ações de Combate ao Coronavírus (Covid-19).

Durante a reunião, foi debatida uma tabela com possíveis orientações para os níveis de Avaliação do Risco Regional, com medidas distribuídas pelos cenários de risco: Moderado, Alto, Grave e Gravíssimo.

De acordo com o secretário da Casa Civil, Amândio João da Silva Júnior, a previsão é de retorno do transporte municipal nas cidades catarinenses em 8 de junho e das aulas em 3 de agosto. Um novo Decreto Estadual deve ser publicado na segunda-feira (1).

Publicidade

Para o prefeito de Brusque, a reunião foi importante para trazer ainda mais tranquilidade para a população do município, que por conta de todas as medidas adotadas desde o início da pandemia, se encontra ainda em um cenário satisfatório, na comparação com outras cidades do Estado. “Vamos aguardar o novo Decreto, na próxima semana, para avaliarmos as novas medidas. De certeza, sabemos sobre o transporte coletivo que será liberado”, ressalta Paegle.

De acordo com o vice-prefeito, Ari Vequi, foi ampliado o diálogo entre o Governo do Estado e os prefeitos. “Há uma construção coletiva para descentralizar os processos. Avançamos, mas vamos aguardar o Decreto para saber qual função o município de Brusque vai ter nesse processo. O Governo do Estado está mais aberto a negociação”, afirma.

Em Brusque, também estiveram presentes no gabinete durante a reunião, o secretário de Saúde Humberto Fornari, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda Ademir José Jorge, o diretor geral da secretaria de Governo e Gestão Estratégica André Vechi e o diretor geral de Governo, Dirceu Marchiori.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.