Traficante é detido. Ele vendia a pedra de “crack” a R$ 20. Por R$ 50 a cocaína


Por volta das 19h20 de ontem(18), duas guarnições da Polícia Militar em rondas, pelo bairro Cedrinho, avistaram um jovem de 18 anos pilotando uma motocicleta Honda/CG 160 cc que, ao avistar as guarnições policiais desviou de direção e acelerou a motocicleta, dessa forma de imediato sua atitude levantou suspeita e as guarnições iniciaram o acompanhamento no intuito de abordar o motociclista.


Após diversas tentativas de abordá-lo, inclusive usando dispositivos luminosos (giroflex) e sirene, o condutor não obedeceu e continuou infringindo a legislação de trânsito, andando na contramão da via e colocando em risco os pedestres e outros veículos que circulavam no local.

Em um momento, o condutor da motocicleta diminuiu a velocidade e realizou manobras no intuito de escapar, porém as guarnições policiais conseguiram abordar e conter o suspeito.

Publicidadeessências florais


Ao ser indagado sobre o por quê não parou, afirmou que estava de posse de certa quantidade de droga em seus bolsos e também porque não possuía carteira nacional de habilitação. Uma das guarnições fez busca pessoal e localizou 41 pedras de substância semelhante à crack; 15 “buchas” de substância semelhante à cocaína e 01 porção pequena de substância semelhante à maconha, sendo que todas as substâncias estavam embaladas e fracionadas como se estivessem prontas para venda.

O suspeito ainda confessou que venderia por R$ 20 a unidade da “pedra de crack”, e por R$ 50 a unidade da “bucha de cocaína”.


Sendo assim, diante dos fatos, foi dada voz de prisão ao autor pelo crime tráfico de drogas e pelo crime de trânsito “dirigir veículo automotor, em via pública, sem a devida permissão para dirigir ou habilitação, gerando perigo de dano”. Ele foi conduzido juntamente com os elementos de prova à Delegacia de Polícia Civil para os procedimentos cabíveis.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.