Serviço de acolhimento em família acolhedora é referência na região


O Serviço de Acolhimento em Família Acolhedora de Brusque mais uma vez foi visto como referência para os municípios da região. Depois de explanação em Blumenau, profissionais da Assistência Social de Brusque estiveram em Itajaí para evento do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdica).

O objetivo foi o de mostrar como o trabalho é feito em Brusque, umas das primeiras cidades a oferecer o serviço no Estado. Além da assistente social Danielly Vieira e da psicóloga Ionara Marques também estiveram presentes representantes de famílias que participam da iniciativa em Brusque.

Segundo Danielly, compareceram representantes de duas famílias brusquenses que contribuíram ao explanar de forma prática uma melhor visualização do serviço.

Publicidade

Ionara avalia que foi uma oportunidade para que, além da parte técnica, as pessoas pudessem vivenciar, por meio da experiência das famílias, como funciona o serviço. “É importante porque isso sensibiliza as pessoas, pois mostra o serviço de uma outra forma, na visão do acolhedor”, destaca.

As profissionais de Brusque foram chamadas para falar sobre o serviço por meio de uma integrante do Comdica que acompanhou um seminário sobre o Serviço de Acolhimento em Família Acolhedora de Brusque realizado no litoral do Estado já no ano passado. “Itajaí é uma das cidades que pretende instalar o serviço, e Brusque é vista como referência para esses municípios por já ter a iniciativa desde 2012. Essa estratégia de divulgação também tem como objetivo atingir famílias brusquenses que queiram contribuir com crianças e adolescentes que necessitam deste serviço”, comenta Danielly.

Quem quiser saber mais sobre o Serviço de Acolhimento em Família Acolhedora de Brusque pode procurar a Secretaria de Assistência Social do município. Em 24 de maio a Prefeitura de Brusque também promove pelo terceiro ano consecutivo um seminário para falar sobre a iniciativa. “Queríamos desde já convidar a comunidade a participar deste evento e também para que mais pessoas nos procurem para fazer parte deste serviço que é muito importante para crianças e adolescentes que precisam deste carinho e afeto familiar”, afirma Danielly.

Sobre o serviço
o Serviço de Acolhimento em Família Acolhedora é voltado para crianças e adolescentes e tem como foco intermediar o acolhimento de crianças e adolescentes afastados do convívio familiar por meio de medida protetiva em função de abandono ou cujas famílias ou responsáveis encontrem-se temporariamente impossibilitados de cumprir sua função de cuidado e proteção. O acolhimento é feito até que seja viabilizado o retorno do acolhido ao convívio com a família de origem ou, na sua impossibilidade, encaminhamento para adoção. O objetivo do serviço é o de propiciar o atendimento em ambiente familiar, garantindo atenção individualizada e convivência comunitária e, ainda, permitir a continuidade da socialização da criança e/ou adolescente.

Quer se tornar uma família acolhedora? Entre em contato no telefone: 3251-1833 (Ramal 1871) ou pelo e-mail [email protected]

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.