Área rural de Guabiruba imunizada contra a Febre Amarela


Depois de imunizar cidadãos da área rural de Guabiruba, as vacinas contra a febre amarela estão disponíveis na Policlínica para todos aqueles que nunca receberam a dose e tenham entre nove meses e 59 anos. Gestantes e idosos só devem procurar a vacina com recomendação médica. É necessário levar consigo a caderneta de vacinação.

A doença é causada pela picada de mosquitos aedes infectados, não havendo transmissão direta de pessoa para pessoa. O vírus da febre amarela apresenta dois ciclos epidemiológicos de transmissão distintos: silvestre e o urbano e a partir do segundo semestre de 2018, estados da região sul do país (Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul) tornaram-se Área Com Recomendação de Vacina (ACRV).

A médica veterinária responsável pelo Programa de Zoonoses da Vigilância Epidemiológica de Guabiruba, Cintia Hinsching, explica que o Ministério da Saúde recomendou, inicialmente, a imunização em áreas rurais. “É uma medida de proteção para essas pessoas que vivem nessa área de risco, por causa da proximidade da mata. A preocupação é principalmente pela chegada do vírus por essa área”, explana.

Publicidade

No final de outubro, a equipe da Vigilância Epidemiológica foi de casa em casa e vacinou cerca de 40 pessoas. Cintia esclarece que a vacina é aplicada apenas uma vez na vida, exceto nos casos em que o cidadão recebeu a dose fracionada.

Também é necessário estar em dia com as imunizações para poder viajar dentro e fora do país, segundo a médica veterinária. Ela reforça ainda que macacos não transmitem febre amarela. Eles são vítimas da doença e os primeiros a adoecer quando há circulação do vírus. “Em caso de encontrar um primata morto ou adoecido é recomendado comunicar imediatamente o Serviço de Saúde do munícipio e evitar contato com o animal”, alerta.

Para mais informações ou comunicações ligue (47) 33083123.

Quem deve tomar a vacina?

• Pessoas entre 9 meses e 59 anos;

• Não ter tomada a vacina;

Quem não deve tomar a vacina da febre amarela?

• Crianças menores de 9 meses de idade.

• Pacientes com imunodepressão de qualquer natureza.

• Pacientes infectados pelo HIV com imunossupressão grave, com a contagem de células CD4 < 200 células/mm3 ou menos de 15% do total de linfócitos para crianças menores de 6 anos.

• Pacientes submetidos a transplante de órgãos.

• Pacientes com imunodeficiência primária;

• Pacientes com neoplasia.

• Indivíduos com história de reação anafilática relacionada a substâncias presentes na vacina (gelatina bovina, ovo de galinha e seus derivados, por exemplo).

• Pacientes com história pregressa de doenças do timo (miastenia gravis, timoma, casos de ausência de timo ou remoção cirúrgica).

• Mulheres amamentando crianças menores de seis meses

• Pessoas que fazem tratamento com radioterapia/quimioterapia

• Pessoas que fazem tratamento com corticoide ou imunosupressores

Onde tomar a vacina?

Sala de Vacinas da Policlínica

Segunda a sexta-feira das 8h às 17h30

Notícias de Brusque e Região.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.