Prefeitura de Guabiruba lança coleta seletiva do lixo no município


Foi lançado na tarde desta terça-feira, 19, no Salão Nobre da Prefeitura de Guabiruba, o novo sistema de coleta de lixo que começará a operar na cidade a partir do dia 1º de dezembro de 2019. A principal inovação será a implantação da coleta seletiva, serviço do qual o município carecia e que começa a ser oferecido com o novo projeto.
Junto com o novo sistema de coleta, também serão realizadas campanhas de conscientização. “Mais do que uma vontade nossa, essa é uma determinação legal. Sabemos dos desafios, já que a comunidade vai ter que adotar uma nova cultura, mas acreditamos que em pouco tempo os resultados serão os melhores possíveis”, afirma o prefeito Matias Kohler.

Vale Muito Cuidar
Com as mudanças no sistema de coleta, a Recicle deixa de atuar em Guabiruba em novembro e uma nova empresa, licitada via Consórcio Intermunicipal do Médio Vale do Itajaí (CIMVI), chamada HMS, irá substituí-la a partir do dia 1º de dezembro.
O passo faz parte do Projeto Vale Muito Cuidar, desenvolvido pelo CIMVI em diferentes cidades da região e que garante a destinação correta de todo o lixo recolhido enquanto ocorrem inúmeras ações de educação ambiental e conscientização sobre a valorização dos resíduos sólidos gerados.
A partir de 1º de dezembro, todo o lixo recolhido em Guabiruba será levado a Timbó, onde está a Central de Valorização de Resíduos responsável pela triagem do material lá depositado.

Nova coleta
Antes do início da coleta seletiva, todas as residências de Guabiruba receberão cinco sacos de lixo específicos para o material reciclável que serão repostos depois do uso. É preciso que os moradores encontrem um local adequado para deixar esse lixo no dia da coleta. Por enquanto, os dias de coleta não sofrerão alteração, apenas com o acréscimo de um dia a mais na semana em que passará o caminhão da coleta dos recicláveis.
Vale lembrar que as embalagens devem estar devidamente limpas antes do descarte. Se essa regra não for obedecida, ela inutilizará não só a embalagem suja como comprometerá todo o restante do material com que tiver contato, prejudicando o desempenho do projeto como um todo.
Prefeitura e AMMVI irão acompanhar a evolução do projeto que, com as campanhas e ações, deverão conscientizar a população sobre o encaminhamento correto do lixo produzido em casa. Dessa forma, as pessoas poderão perceber que é possível produzir menos lixo, seja separando de maneira adequada o material reciclável, seja aproveitando o lixo orgânico para fazer compostagem, entre outras atitudes. “Inclusive é possível que os valores da coleta sejam reduzidos, tudo vai depender do andamento do projeto”, conclui o prefeito.
O lançamento realizado hoje para a imprensa no Salão Nobre da Prefeitura de Guabiruba foi apenas a primeira de muitas ações que devem ocorrer nos próximos meses com o objetivo de integrar toda a comunidade no novo sistema.

Publicidade

Estação de Transbordo e Ecoponto
Dois projetos que iniciam também no dia 1º de dezembro junto com a coleta seletiva são a Estação de Transbordo e o Ecoponto. A Estação de Transbordo, localizada na Rua da Independência, é o local para onde todo o lixo coletado em Guabiruba será levado e, dali partirá para Timbó.
O Ecoponto foi instalado na garagem da Prefeitura de Guabiruba, na Rua Paulo Kormann, e sua função é receber itens de descarte maiores como eletrodomésticos e móveis. É responsabilidade do cidadão levar seus objetos até o local. De lá, tudo também será levado a Timbó, onde serão realizadas oficinas de reciclagem e o que for possível de ser reformado e reaproveitado será encaminhado para doações sociais.

Tarifas
Por enquanto não haverá qualquer alteração na taxa do lixo em Guabiruba, ainda que seja implantado um dia de coleta a mais. Ao contrário, a perspectiva é de reduzir o valor da taxa já que o valor atual da tonelada de lixo coletado por mês deve cair depois da coleta seletiva em andamento. “Com três meses de funcionamento vamos ter uma noção mais exata e poderemos fazer um comparativo melhor”, completa o prefeito.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.