Justiça eleitoral nega pedido de liminar e Ari Vequi/Pastor Gilmar serão diplomados

Foto: Divulgação
tag saúde brusque

Em decisão proferida na madrugada de hoje (16) a justiça eleitoral negou o pedido de liminar realizado pelo Podemos, PT, PSB e PV para que o diploma da dupla eleita Ari Vequi e Pastor Gilmar fosse cassado, isto porque os partidos que pleiteavam a liminar entenderam que houve abuso de poder econômico com a participação massiva do empresário Luciano Hang nas eleições 2020 com vídeos nas redes sociais, alguns deles dentro da loja Havan em prol da então candidatura de Ari e Gilmar. Os vídeos geraram milhares de visualizações.

De acordo com a decisão da juíza Clarice Ana Lanzarin, a magistrada avaliou que “não há como acolher a alegada abusividade na conduta de Hang que legitimamente expressa sua opinião popular” e que “pensar diferente implicaria em desconsiderar a vontade popular expressa nas urnas”.

Os partidos derrotados devem entrar com recurso nas instâncias superiores, conforme já declarado em entrevista em vídeo ao Olhar do Vale na noite de ontem (15).

Publicidade

A diplomação dos eleitos acontecerá de forma virtual em virtude da pandemia da Covid-19.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.
Olhar do Vale

O Olhar do Vale é um jornal digital que traz notícias de Brusque, Guabiruba, Botuverá e  região do Vale do Itajaí.

Somos um portal de notícias dedicado aqueles que buscam informação de qualidade,  jornalismo com verdade.