Hospital Azambuja recebe 1,4 milhão para custeio das UTI’s


A Prefeitura de Brusque realizou nesta quinta-feira (30) o repasse de R$ 1.440.000,00 para o Hospital Arquidiocesano Cônsul Carlos Renaux – Hospital Azambuja. O recurso refere-se ao custeio do Governo Federal aos 10 primeiros leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) credenciados para atendimentos a pacientes com Covid-19, habilitados por 90 dias, em 3 de julho.

Além do Azambuja, outros 11 hospitais catarinenses foram beneficiados, totalizando um repasse para o Estado de mais de R$ 16 milhões, conforme Portaria 1.693 do Ministério da Saúde.

“O governo Federal repassou o recurso por meio do Fundo Municipal de Saúde. No dia de hoje já encaminhamos integralmente ao hospital”, explica o vice-prefeito Ari Vequi.

PublicidadeAGÊNCIA DE MARKETING DIGITAL EM BRUSQUE

De acordo com o secretário de Saúde, Humberto Fornari, trata-se de um montante financeiro que vai dar ao hospital condições de atendimento nas UTIs Covid-19, até o dia 3 de outubro.

“Outra questão importante é essa condição facilitadora por parte de todos os órgãos da administração pública municipal, pois tivemos a sensibilidade de alocar ao hospital o recurso em uma única parcela. Entendemos que o Azambuja necessita de verbas financeiras e precisamos caminhar juntos, para que ele continue nos dando esse ótimo serviço que vem sendo oferecido”, ressalta.

Fornari também destaca a competência do Corpo Clínico do Hospital Azambuja durante a Pandemia e reitera o apoio do Poder Público. “Tivemos reuniões da Secretaria de Saúde com o corpo clínico nos últimos dias e foram muito produtivas para ambos. A partir de agora vamos construir novas plataformas administrativas sobre as necessidades mais urgentes, para que possamos auxiliá-los ainda mais. Entendemos que quem ganha com isso é a nossa população brusquense, com melhores condições de atendimento para poder passar por essa pandemia de uma maneira mais tranquila”, completa.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.