Homem é condenado a mais de 67 anos de prisão após estupro de filha, enteada e netas em Botuverá


No mês de maio, um homem de 63 anos foi preso preventivamente após denúncias de estupro contra sua filha, enteada e mais três netas em Botuverá.

Após o término da investigação pela DPCAMI, o suspeito foi denunciado pelo Ministério Público.

Foi realizada a instrução processual e publicada na ultima sexta-feira a sentença condenando o homem a mais de 67 anos de reclusão pelos crimes de estupro de vulnerável e atentado violento ao pudor praticados em diversas ocasiões distintas contra as vítimas no decorrer dos últimos 18 anos.

Publicidadeessências florais

Ainda, ele foi também condenado pelos crimes de ameaça e coação no curso do processo contra uma das vítimas.

O condenado permanecerá preso.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.