Prefeitura de Brusque se manifesta quanto a ciclovias nos bairros Santa Rita e Santa Terezinha


Em decorrência da recente alteração do projeto de recapeamento das ruas Sete de Setembro e Santos Dumont (entre os bairros Santa Rita e Santa Terezinha), o que acarretou na descontinuação da implantação de ciclofaixas nas margens das vias, o Governo de Brusque, por intermédio do Departamento Geral de Infraestrutura, e da Secretaria de Comunicação Social (Secom), emitiu uma nota de esclarecimento:

A decisão de não incluir mais as ciclovias no projeto de recapeamento das vias coletoras segue anseio popular, sobretudo dos comerciantes e moradores daquela região. A administração recebeu, recentemente, abaixo-assinado com mais de 200 assinaturas de cidadãos se posicionando contra o implemento viário.

Nas últimas semanas, a Prefeitura de Brusque recebeu uma série de questionamentos acerca de uma suposta cláusula no contrato firmado com a Caixa Econômica Federal, agente financiador do programa Pró-Transporte, que trataria sobre a obrigatoriedade da implementação das ciclovias.

Publicidade

Vale esclarecer que, neste programa, as medidas e intervenções obrigatórias em todas as suas metas são:

  • Pavimentação;
  • Drenagem;
  • Rede coletora de águas pluviais;
  • Sinalização viária;
  • Passeios com acessibilidade.

Serviços adicionais, como a instalação das ciclofaixas, são opcionais e a retirada deste quesito do contrato respeita todos os trâmites legais.

O governo municipal reafirma a intenção de ouvir a comunidade, que se organizou e entregou, oficialmente, um documento que demonstra a insatisfação dos residentes naquela região, quanto a existência das ciclovias.

Notícias de Brusque e Região.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.