Paróquia São Luís Gonzaga festeja Dia da Divina Misericórdia


A Paróquia São Luís Gonzaga festeja neste domingo, 8 de abril, o Dia da Divina Misericórdia, com uma programação que inicia às 8h e encerra às 11h45, na Igreja Matriz. Após a acolhida, o seminarista Jeferson fará uma reflexão sobre o tema ‘Jesus: Fonte de Misericórdia’. Às 9h, terá missa, seguida de pregação com o Padre Magnos, e adoração ao Santíssimo Sacramento.

De acordo com o pároco, padre Magnos Caneppele, “durante os anos turbulentos entre a primeira e a segunda guerra mundial, Maria Faustina Kowalska (Santa Faustina), uma freira polonesa, recebeu uma mensagem de misericórdia de Jesus para toda a humanidade. As revelações manifestam um profundo desejo que se realize a festa da Divina Misericórdia no primeiro domingo da Páscoa: ‘Desejo que seja celebrada solenemente no primeiro domingo depois da Páscoa”. Segundo relatos, Jesus pediu à Santa Faustina para pintar o quadro da Divina Misericórdia e descreveu as inscrições que deveriam estar no quadro: “Jesus, eu confio em vós’. O objetivo dessa festa é celebrar a Misericórdia de Deus, o amor Dele pela humanidade, anunciar a salvação como gratuito amor de Jesus e da sua misericórdia. Nota-se isso na mensagem recebida: ‘Desejo que a Festa da Divina Misericórdia seja refúgio e abrigo para todas as almas, especialmente para os pecadores. Derramo todo um mar de graças sobre as almas que se aproximam da fonte da Minha misericórdia'”, descreve o pároco.

Padre Magnos explica ainda que “foi através de Irmã Faustina, que Nosso Senhor nos deu meios especiais de fazer uso da Sua misericórdia: a imagem da Misericórdia Divina; Terço da Misericórdia; a Festa da Misericórdia; a novena e a oração das 3 horas da tarde – a hora da Sua morte. Nada pode nos emocionar mais do que o coração de Jesus. Pensar no como ele amou, no jeito como olhava o mundo, como ele via a miséria humana, e tudo aquilo que é feio, triste e desagradável. Ninguém ama como Deus e ninguém nos quer tão bem como Ele. Por isso, o Dia da Divina Misericórdia, é um momento especial para rezarmos pela paz no mundo e pela presença maior do amor de Deus nas famílias”, salienta o sacerdote.

Publicidade

Notícias de Brusque e Região.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.