Transitolândia retoma atividades em 2019


Dedinhos levantados e uma vontade grande de contar sobre as experiências, boas ou ruins, vivenciadas no trânsito de Brusque. Na tarde de terça-feira, 2 de abril, alunos da quarta série do Ensino Fundamental da Escola Básica Municipal João Hassmann, participaram da primeira edição da Transitolândia em 2019, no quartel da Polícia Militar.

“É um projeto que existe há cinco anos e o objetivo é disseminar conhecimentos, fazendo com que a criança possa utilizar o trânsito de forma segura, sem sofrer nenhum tipo de acidente”, explica o responsável pelo setor de Planejamento, Instrução e Ensino do 18º Batalhão da Polícia Militar (PM) de Brusque, o sargento Edson Sidney Gielow.

Segundo ele, são repassadas informações sobre o cotidiano das pessoas, como a forma correta de atravessar uma rua, o uso da faixa de pedestres, a responsabilidade na condução de carros e motocicletas, o uso do cinto de segurança e capacete, a utilização do celular ao volante, entre outros. Temas como educação, respeito e consciência ambiental também integram a metodologia.

Publicidade

“Ao longo dos cinco anos atendemos mais de 7500 crianças e, apenas em 2019, cerca de 1400 estudantes participarão do projeto. É uma ação preventiva, que acontece aqui no Batalhão. Inicia no auditório, com uma pequena palestra. Depois é oferecido um lanche e, na sequência, vamos para o espaço vivencial, anexo ao Batalhão, onde as crianças têm a oportunidade de percorrer um circuito como pedestres e motoristas”, pontua o sargento.

Divididos em grupos, os estudantes se movimentam pelo local. Alguns conduzem pequenos carrinhos e precisam estar atentos às placas e sinalizações. Outros representam os pedestres e devem cumprir suas obrigações, como ter atenção ao atravessar a rua, usar a faixa e observar a sinalização.

“Sempre respondemos muitas perguntas. Mesmo a palestra é algo dinâmico porque as crianças sempre têm algo para acrescentar. No fim elas voltam para casa com uma bagagem um pouco maior e a expectativa é que cobrem dos seus pais atitudes corretas e multipliquem este conhecimento”, observa o sargento.

 

Acidentes de trânsito

O major da PM de Brusque, Heintje Heerdt, destaca que o Batalhão, em conjunto com a Guarda de Trânsito e com a Polícia Civil, elencou o trânsito como o principal problema de segurança pública do município. Apesar de Brusque ser reconhecida como uma das cidades mais seguras do Brasil em termos de criminalidade, o índice de mortes do trânsito é bastante expressivo, resultado de uma frota de 100 mil veículos para 130 mil pessoas.

“A maior parte dessas mortes são causadas por imperícia, imprudência, negligência. São situações nas quais as pessoas assumem algum tipo de risco. E a proposta da Transitolândia é começar esta conversa cedo, para que as crianças façam parte do trânsito de maneira segura. Assim, de maneira lúdica, através de carrinhos, é possível desenvolver um jogo de representação que traz conhecimentos práticos sobre o trânsito”, enfatiza o major.

Outro ponto importante é a informação, já que muitos motoristas temem apenas a aplicação da multa. “Só que a maior parte das infrações está relacionada com a questão da segurança. Quem dirige embriagado, por exemplo, coloca em risco a vida de outras pessoas”, ressalta.

Notícias de Brusque e Região.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.