Brusquense conquistou o terceiro lugar no Transcatarina 2020


E terminou mais um Transcatarina altamente disputado – no segundo a segundo, na mínima precisão da navegação e da pilotagem. De 27 a 31 de outubro, 195 carros estiveram alinhados para a 12ª edição do evento, que teve como largada e chegada a cidade de Fraiburgo, com pernoites em Treze Tílias e Caçador. O encontrou recebeu pilotos e navegadores de 116 municípios e nove estados brasileiros (Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiânia e Espírito Santo).

Os participantes estavam divididos em 11 categorias, sendo de competição (Máster, Graduados, Turismo, Turismo Iniciante e Turismo Light), e de passeio (Passeio Expedition, Passeio Radical 1 e 2, e Adventure 1, 2 e 3).

Antes de entrar no local da concentração do Transcatarina, todos os participantes – incluindo o staff – foram obrigados a fazer o teste do Covid-19 para detectar a presença do coronavírus em indivíduos assintomáticos e sintomáticos, e apresentar o resultado negativo à organização do evento. No decorrer dos dias, mantiveram-se todas as condutas de segurança, tais como, o uso de máscaras e higienização de mãos e equipamentos com álcool 70%.

Publicidade

Faltou pouco para o penta

Foram quatro dias de disputas, a contar com o prólogo que também valeu pontos pela classificação geral. Não é novidade que a competitividade no Transcatarina é extremamente acirrada, sendo que a cada etapa a classificação geral tinha sobe e desce de posições entre os competidores. No total, foram percorridos cerca de 600 quilômetros pelo centro oeste catarinense.

O navegador Rafain Walendowsky, que compete ao lado do piloto Flavio Roberto Kath (o Poder),brigou até o último instante pela conquista do quinto título no Transcatarina. Eles obtiveram dois terceiros lugares e dois primeiros, que no saldo final, e na extrema competitividade, rendeu-lhe o terceiro lugar, com apenas um ponto de diferença (112 pontos) para os campeões e vice-campeões, que terminaram empatados (113 pontos). A definição do pódio ocorreu pelo critério de descartes de etapa, sagrando então, Leandro Pereira Moor (o Ximura) e Claudio Roberto Flores (o Bilu) como campeões de 2020.

“Foi por pouco! Todos os concorrentes da categoria Máster, possuem um nível técnico muito apurado e coragem para acelerar forte e fazer manobras ousadas. Todos entram para ganhar. Foi uma disputa bonita, com uma dança diária na classificação. Foram quatro largadas e, em todas, o coração batia acelerado”, declarou Walendowsky. “A prova estava sensacional, muito bem medida, com referências bem próximas e velocidade de médias justas. Os balaios apimentaram demais o certame, e venceu a dupla que menos cometeu erros. Estamos felizes e satisfeitos, foi um resultado trilhado à risca”, concluiu. 

A importância da credibilidade

O Transcatarina fez 12 anos de vida e com uma organização grandiosa e impecável, sob o comando de Edson João da Costa, o evento reúne pessoas de diversas regiões do Brasil, com uma mistura de culturas e sotaques. Por meio da alegria, da união e, com os jantares de confraternização e premiação, traz um tom especial ao evento, que é um dos mais aguardados pela nação off-road.

Família! Essa é a palavra que resume o Transcatarina. “Agradecemos imensamente aos nossos patrocinadores, as prefeituras locais e aos proprietários de fazendas que, mesmo em um ano tão difícil e diferente, confiou na nossa proposta e nos ajudou na realização da 12ª edição. Graças aos esforços de uma equipe dedicada e parceiros fiéis, fizemos o Transcatarina 2020, com a certeza de que em 2021, tudo será ainda melhor”, encerrou Costa.

Classificação Geral – 12º Transcatarina

27 a 31 de outubro

Categoria Máster

1º Leandro Pereira Moor / Claudio Roberto Flores (Apucarana, PR / Itajaí, SC), 113 pontos

2º Marcelo de Freitas Gouveia / Igor Quirrenbach de Carvalho (Curitiba, PR / Castro, PR), 113 pontos

3º Flavio Roberto Kath / Rafain Walendowsky (Blumenau, SC / Brusque, SC), 112 pontos

4º Leandro Rodrigo Riffel / Michael da Silveira Masson (Piratuba, SC / Capinzal, SC), 106 pontos

5º Victor Pudell / Ronando Willian Rodrigues dos Santos, (Toledo, PR / Curitiba, PR), 98 pontos

O 12º Transcatarina tem patrocínio de Hotel Renar, SFI Chips e Scherer Auto Peças

Apoio de Mamute Off-Road, Grupo Gratt, Trilha Eurocar, FD Stands e Displays, Lave Bem Lavanderia, Orange Sun – Energia Renovável, Cervejaria Holzbier, Posto Maçã, Guinchos Fixxar, Kindermann Hotel, Vipal Rede Autorizada, RFX Pneus, Auto Elite VW, 3RS Confecções, Univita Saúde, Alfa Transportes, Accert Transportes e Logística, Treze Tílias Park Hotel, Linden – Das Echte Bier, Prefeitura Municipal de Caçador e Prefeitura Municipal de Fraiburgo 

Realização: Caçador Jeep Clube

Parceria: SC Racing

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.