Brusque registra 70 milímetros de chuva

Várias ocorrências estão sendo atendidas durante esta madrugada


A Prefeitura de Brusque, através da Defesa Civil, da Guarda de Trânsito, da Secretaria de Obras e da Comunicação Social, está de plantão para amenizar os efeitos advindos da chuva torrencial que caiu nas últimas horas em toda a região.

Apenas na noite desta sexta-feira (10), a cidade registrou acumulados de cerca de 70 milímetros de água em questão de minutos, o que acabou por ocasionar alagamentos pontuais em diversas localidades brusquenses.

“Enchente não é uma preocupação. Estamos preocupados, sim, com as chuvas torrenciais e com os alagamentos pontuais”, ressalta Carlos Alexandre Reis, diretor da Defesa Civil de Brusque. “Foram pelo menos 15 pontos de alagamentos, deslizamentos, queda de muro em via e queda de árvore”.

PublicidadeORATÓRIA EM SANTA CATARINA

O supervisor da Guarda de Trânsito de Brusque (GTB), Éder Carlos, afirma que o órgão também está nas ruas efetuando o controle de trânsito nos diversos pontos interditados por conta da água, dentre eles:

Primeiro de Maio, na altura da Sociedade Beneficente;
Travessa Dom Joaquim;
Poço Fundo (Geral);
Felipe Heckert (Rua Nova Trento);
Rodovia Antônio Heil, próximo da Fip;
Rua Itajaí;
Loteamento Dom Nelson;
Travessa Santa Cruz;
Vitor Meireles;
Otto Renaux;
Estrada Geral da São Pedro;
Alberto Muller;
Guarani;
Luiza Pereira;
Padre Antônio Eising;
Alguns pontos do bairro Steffen;

Desalojados

Uma ocorrência de maior monta foi registrada na rua Ponta Russa, bairro de mesmo nome. No local, uma residência mista acabou sendo arrastada pelas águas. A Defesa Civil de Brusque se faz presente e presta todo o acompanhamento necessário para a família. Não há informação de feridos.

No bairro Limeira, outra família ficou ilhada e necessitou do auxílio da Defesa Civil para a retirada dos moradores.

Obras

Mesmo durante a noite, a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos está com diversas equipes na rua para minimizar os efeitos estruturais trazidos pela forte chuva.

Todas as ligações referentes à intempérie devem ser encaminhadas ao número 199 da Defesa Civil.

Rio vai sair da calha?

A princípio, conforme a Defesa Civil, não há a preocupação com o Rio Itajaí Mirim. A perspectiva é positiva e ele não deve sair de sua calha natural.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.