“Ao invés de chutá-las, façam uma prece”, diz nota do PT sobre atos de vandalismo

Foto: Divulgação
tag saúde brusque

A executiva do Partido dos Trabalhadores (PT) de Brusque emitiu na manhã desta segunda-feira (5) uma nota oficial, aonde condena atos de vandalismo contra as cruzes fixadas na Avenida Beira-Rio para lembrar as vítimas fatais da Covid-19 em Brusque. As cruzes foram derrubadas durante o fim de semana.

Confira a nota na íntegra:

“O ato realizado pelo Partido dos Trabalhadores de Brusque neste final de semana teve como objetivo demarcar o número de mortes por Covid-19 em Brusque e as mais de 300 mil no Brasil. Chamou nossa atenção a violência e o vandalismo de que foi alvo nossa manifestação nos últimos dias. Causou-nos  indignação pela postura de um grupo de pessoas, que desrespeitando a democracia,  depredaram a instalação feita pelo movimento, e, nas  redes sociais, utilizaram-se de inverdades e palavras de baixo nível,  atacando as pessoas responsáveis pelo ato.  O objetivo era  homenagear as vitimas da Covid 19, bem como reinvindicar vacina para todos já e a volta do auxílio de R$ 600,00 reais. Nós do PT entendemos que para haver democracia todos devem ter o seu direito de manifestação preservados, assim como outras instituições também tiveram a liberdade para fazer suas homenagens. Também entendemos que os atos de violência não representam toda a população brusquense, pois nosso gesto de solidariedade alcançou muitas famílias enlutadas que sentiram-se acolhidas.O Partido dos Trabalhadores de Brusque, buscou sempre preservar o direito da liberdade de expressão e, assim,   também quer ter  respeitado seu direito à manifestação  pacífica e democrática . Por este motivo, tomamos a decisão de recolocar as cruzes em seus lugares, e esperamos que as pessoas ao passarem por elas, ao  invés de chutá-las, façam uma prece por cada uma das 200 vítimas do Covid-19 de Brusque“.

Publicidade

Conforme a nota informa, as cruzes foram novamente colocadas. Quem também se manifestou sobre os atos de vandalismo foi o ex-prefeito da cidade, Paulo Eccel. Em seu perfil no facebook, Eccel criticou a ação dos vândalos:

“Vandalismo, canalhice, insensatez, loucura, doença? O que dizer de quem chutou e destruiu as cruzes fixadas ao longo da Av. Beira-Rio, na Sexta-feira Santa, representando cada pessoa morta pela Covid em Brusque? Mas ontem à noite reerguemos de novo”, afirmou na postagem.

Comentários


Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluídos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.
Olhar do Vale

O Olhar do Vale é um jornal digital que traz notícias de Brusque, Guabiruba, Botuverá e  região do Vale do Itajaí.

Somos um portal de notícias dedicado aqueles que buscam informação de qualidade,  jornalismo com verdade.